Escolha as suas informações

Médicos não devem prescrever teste PCR por causa de viagens ao estrangeiro
Sociedade 25.03.2021 Do nosso arquivo online

Médicos não devem prescrever teste PCR por causa de viagens ao estrangeiro

Médicos não devem prescrever teste PCR por causa de viagens ao estrangeiro

Photo: AFP
Sociedade 25.03.2021 Do nosso arquivo online

Médicos não devem prescrever teste PCR por causa de viagens ao estrangeiro

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Com a aproximação das férias da Páscoa, o Governo lembra que os testes PCR devem ser prescritos a quem tem sintomas da covid-19 e não às pessoas que pretendem viajar.

O Ministério da Saúde emitiu uma circular dirigida aos médicos de clínica geral para não emitirem receitas médicas para a realização de testes PCR a quem pretende ir de férias.

Segundo o documento, com o aproximar das férias da Páscoa, o número de pedidos para efetuar testes PCR aumenta consideravelmente, nomeadamente porque muitos países pedem o comprovativo de teste negativo para entrar em seu território. É o caso, por exemplo, de Portugal.

Ora, segundo as autoridades da Saúde não incumbe ao médico de família passar receitas para testes PCR para as pessoas poderem viajar. Estes profissionais de saúde devem limitar-se a prescrever um teste à covid-19 a quem tem sintomas suspeitos de infeção por SARS-CoV-2.

Neste contexto, o Ministério da Saúde recomenda às pessoas que prevêem uma deslocação ao estrangeiro para se dirigirem diretamente a um dos laboratórios para fazer uma marcação para a realização de um teste PCR. As despesas destes testes serão a cargo da pessoa que decidiu viajar em tempos de pandemia. Quer isto dizer que o teste não será comparticipado pela Caixa Nacional de Saúde (CNS).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas