Escolha as suas informações

Marc Spautz defende criação de novo subsídio para famílias numerosas
Sociedade 12.01.2021

Marc Spautz defende criação de novo subsídio para famílias numerosas

Marc Spautz defende criação de novo subsídio para famílias numerosas

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Sociedade 12.01.2021

Marc Spautz defende criação de novo subsídio para famílias numerosas

Diana ALVES
Diana ALVES
Proposta é debatida esta terça-feira na comissão parlamentar da saúde.

O deputado Marc Spautz, do Partido Cristão Social (CSV), quer que o Governo crie um novo subsídio para famílias numerosas. Uma proposta de lei sobre a matéria, da autoria do cristão-social, é debatida na manhã desta terça-feira pelos membros da comissão parlamentar da saúde. 

Aquilo que o deputado defende é a criação de um subsídio complementar destinado às famílias com três filhos ou mais, algo que o maior partido da oposição já reivindicou algumas vezes, desde 2014, pouco depois de o CSV ter saído do Governo.

No texto da proposta de lei, Spautz lembra que antes da reforma do abono de família levada a cabo pelo Executivo de Xavier Bettel, o montante variava consoante o número de crianças que compunham o agregado familiar e da sua idade. Porém, a reforma impôs um montante único por criança, algo que, no entender do cristão-social, prejudica as famílias numerosas, sobretudo aquelas com rendimentos mais baixos.


Luxemburgo. Quem pode ajudar os portugueses em situação difícil?
Em caso de desemprego, ajuda alimentar ou dificuldade em pagar alojamento onde devem os imigrantes procurar apoio? O novo guia da Embaixada de Portugal que aqui publicamos dá as respostas.

Marc Spautz propõe também um regresso ao sistema de indexação automática das prestações familiares, com efeitos retroativos a 1 de janeiro de 2019. O sistema foi abolido na sequência de um acordo alcançado entre Governo, organizações patronais e sindicatos em abril de 2006.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Orçamento de Estado: Governo vai cortar nos subsídios familiares
O Governo prepara-se para anunciar mais cortes para economizar dinheiro. Depois do anúncio do aumento do IVA de 15% para 17%, o primeiro-ministro Xavier Bettel prepara-se para anunciar na terça-feira cortes nos subsídios de educação e maternidade. Tudo para reduzir os gastos do Estado.
Os cortes nos subsídios de educação e de maternidade vão obrigar as famílias a fazer novas contas ao final do mês