Escolha as suas informações

Maison des jeunes de Bettembourg vai criar mediateca na ilha do Fogo, em Cabo Verde
Sociedade 13 25.11.2018 Do nosso arquivo online

Maison des jeunes de Bettembourg vai criar mediateca na ilha do Fogo, em Cabo Verde

Jovens da "Maison des jeunes" de Bettembourg.

Maison des jeunes de Bettembourg vai criar mediateca na ilha do Fogo, em Cabo Verde

Jovens da "Maison des jeunes" de Bettembourg.
Foto: Aleida Vieira
Sociedade 13 25.11.2018 Do nosso arquivo online

Maison des jeunes de Bettembourg vai criar mediateca na ilha do Fogo, em Cabo Verde

Os jovens da "Maison des jeunes" de Bettembourg apresentaram este sábado um projeto de ajuda ao desenvolvimento para a ilha de Fogo, em Cabo Verde. O objetivo será juntar a partilha intercultural à construção de uma mediateca num liceu, na ilha do vulcão.

O projeto nasceu de uma parceria com a ONG "Beetebuerg Hëlleft" e o Ministério da Cooperação, depois de uma primeira experiência em Marrocos, onde os jovens puderam contribuir para a construção de uma creche e de uma casa para jovens, numa região perto de Marraquexe.

“O desejo de voltar a realizar um projeto de solidariedade ficou após a primeira experiência em Marrocos”, explicou ao Contacto a educadora Claudine Fages. “Os jovens ainda hoje se lembram da riqueza de experiência que foi a partilha que tiveram com os jovens marroquinos”.

A ideia de ir agora até ao arquipélago passa por partilhar momentos com os jovens cabo-verdianos, viver as tradições do país e ainda poder deixar construída uma mediateca. "É uma muito boa iniciativa", diz Claudine Fages, lembrando ainda a importância educativa destas partilhas culturais que “levam, por exemplo, a um questionamento sobre a nossa forma de consumo”. 

Este novo projeto, na ilha do Fogo, foi apresentado este sábado, num jantar dançante que teve lugar na "Maison des jeunes" de Bettembourg. Os jovens, acompanhados pelos educadores, abriram portas a perto de uma centena de pessoas, numa noite que juntou a gastronomia cabo-verdiana e portuguesa à música. A animação da noite esteve a cargo dos jovens Dj Ems e da cantora Reiler, ambos em início de carreira.

Este foi apenas a primeira atividade deste projeto, que ao longo do ano vai contar com outras iniciativas, como torneios de futebol e participação em mercados. A venda de t-shirts criadas em parceria com o artista plástico de origem cabo-verdiana, Nelson Neves, e ainda uma gala com vários artistas, também de origem cabo-verdiana, como a cantora Cassandra Lobo, são outras atividades previstas para angariar fundos para a realização do projeto.

Aleida Vieira