Escolha as suas informações

Mais de 80% dos infetados na última semana não estavam vacinados
Sociedade 3 min. 05.08.2021
Balanço semanal

Mais de 80% dos infetados na última semana não estavam vacinados

Balanço semanal

Mais de 80% dos infetados na última semana não estavam vacinados

Ole Spata/dpa
Sociedade 3 min. 05.08.2021
Balanço semanal

Mais de 80% dos infetados na última semana não estavam vacinados

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Entre os 439 novos casos registados, de 26 de julho a 1 de agosto, 83,4% corresponderam a pessoas que ainda não tinham sido vacinadas.

Na semana de 26 de julho a 1 de agosto, o Luxemburgo contabilizou 439 novas infeções por SARS-Cov-2 e mais de 80% ocorreram em pessoas não vacinadas.

Segundo o boletim de balanço semanal do Ministério da Saúde, do Laboratório Nacional da Saúde (LNS) e do Instituto Luxemburguês de Ciência e Tecnologia (LIST), entre as 439 novas infeções identificadas, 366 corresponderam a casos de pessoas que não estavam vacinadas (83,4%) e 73 (16,6%) de pessoas que já tinham o esquema vacinal completo. 

Os 439 casos registados na última semana confirmaram uma tendência de descida do número de infeções pela quarta semana consecutiva. Comparando com os 566 casos da semana anterior, o decréscimo de novas infeções, entre 26 de julho a 1 de agosto, foi de 22%.

O número de contactos próximos identificados também diminuiu, caindo para 1.065, em comparação com 1.599 casos na semana anterior (-33%). 

 A 1 de agosto, o país registava 956 infeções ativas, um decréscimo face às 1.239 contabilizadas a 25 de julho. Em contrapartida, o número de pessoas curadas aumentou de 71.490 para 72.212. 


Entre 566 pessoas infetadas mais de 100 tinham a vacinação completa
Uma possibilidade para a qual a que a ministra da Saúde já tinha alertado no início de julho. Balanço semanal dá conta de uma diminuição geral dos casos, o que acontece pela terceira semana consecutiva.

A idade média dos infetados, manteve-se nos 30 anos, na última semana, que viu aumentar a quantidade de testes PCR realizada, de 43.738 para 46.244, tendo sido comunicados oito resultados positivos em testes rápidos antigénio (menos três face à semana anterior). 

Desde a introdução dos autotestes no mercado, foram notificados 786 resultados positivos. Na semana de 26 de julho a 1 de agosto não houve nenhum caso reportado a partir deste tipo de teste.

Na última semana, não foram reportadas mortes associadas à covid-19, verificando-se, contudo, um ligeiro aumento nos internamentos. Nos cuidados normais, houve 19 pessoas internadas com covid-19, mais duas que na semana anterior, enquanto o número de camas ocupadas nas unidades de cuidados intensivos aumentou para cinco. 

A média de idade dos pacientes internados diminuiu de 52 para 51 anos. 

Incidência desce em todos os grupos e R mantém-se estável

Na semana em análise, a taxa de reprodução efetiva (R) permaneceu estável, em 0,80 (em comparação com 0,82 na semana anterior). 

Já a taxa de positividade em todos os testes realizados (prescrição, testes em grande escala, rastreio de contactos) diminuiu, passando de 1,29% para 0,95%. Uma tendência replicada nos testes realizados com prescrição, ou seja, para pessoas com sintomas, onde se verificou uma descida de 4,19% para 3,65%. 

Pela quarta semana consecutiva observou-se também uma descida na incidência. Entre 26 de julho e 1 de agosto, 69 casos por 100 mil residentes, em comparação com 89 casos por 100 mil residentes na semana anterior. 

A incidência diminuiu em todos os grupos etários, mas a diminuição mais significativa foi registada no grupo etário dos 30-44 anos (-37%). 

O grupo etário 15-29 tem o maior nível de incidência, com 159 casos por 100 mil residentes, seguido do grupo dos 0-14, com 69 casos por 100 mil residentes. Os grupos etários 75+ e 60-74 registaram a incidência mais baixa. 


Luxemburgo. Covid-19 faz duas vítimas mortais no último dia
Registam-se mais 101 novos casos de covid-19.

Tal como na semana anterior, o círculo familiar continua a ser a fonte mais frequente de transmissão de infeções, representando com 34,9% dos casos, seguindo-se as viagens ao estrangeiro (12,6%) e atividades de lazer (10,4%). A taxa de contaminação para a qual a fonte não é claramente atribuível diminuiu para 34,2%. 

No que respeita à vacinação, na semana de 26 de julho a 1 de agosto, foram administradas 26.788 doses: 3,886 pessoas receberam uma primeira dose, 22,811 a segunda e 91 uma terceira dose.

O Luxemburgo já vacinou, até à data, 717.418 pessoas, sendo que 355.891 têm  já o esquema vacinal completo. 

  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas