Escolha as suas informações

Máscaras e testes PCR. Reino Unido reintroduz medidas para combater nova variante
Sociedade 27.11.2021
Omicron

Máscaras e testes PCR. Reino Unido reintroduz medidas para combater nova variante

Omicron

Máscaras e testes PCR. Reino Unido reintroduz medidas para combater nova variante

AFP
Sociedade 27.11.2021
Omicron

Máscaras e testes PCR. Reino Unido reintroduz medidas para combater nova variante

Lusa
Lusa
O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou hoje em Londres a reintrodução de restrições para combater a nova variante Omicron, entre as quais a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços comerciais e transportes públicos.

Entre as novas medidas anunciadas, figura ainda a obrigatoriedade de os viajantes vacinados que entrem no país fazerem um teste PCR em vez do de antigénio, como sucedia até aqui, e terem de ficar confinados até à chegada do resultado.

As novas restrições foram anunciadas numa conferência de imprensa na sequência da deteção de dois casos com a nova variante Ómicron, cujos portadores já estão de quarentena, juntamente com os respetivos familiares.


Dois casos da nova variante detetados no Reino Unido
Dois casos de contaminação com a nova variante do coronavírus SARS-CoV-2 foram detetados no Reino Unido, em pessoas "ligadas a uma viagem à África do Sul", anunciou hoje o Ministério da Saúde britânico.

Boris Johnson, que antes do verão tinha levantado todas as limitações em Inglaterra, sublinhou na conferência de imprensa a importância de "ganhar tempo", minimizando os contágios, até que os peritos determinem o efeito da nova variante, que, disse, "parece transmitir-se muito rapidamente" e "entre pessoas com a vacinação completa".

Os dois casos de contaminação com a nova variante do coronavírus SARS-CoV-2 foram detetados em pessoas "ligadas a uma viagem à África do Sul", tinha anunciado previamente no dia de hoje o Ministério da Saúde britânico.

"A agência de segurança sanitária britânica [UKHSA, na sigla em inglês] confirmou que dois casos de covid-19 com mutações compatíveis com B.1.1.529 foram identificados no Reino Unido", revelou o ministério num comunicado.


Luxemburgo anuncia testes e quarentena para quem viaja da África Austral
Seguindo o exemplo de vários países, o Grão-Ducado vai apertar as medidas de controlo aos passageiros que viajem da África Austral.

Na nota acrescenta-se que as zonas afetadas são a localidade de Chelmsford, no condado de Essex, próximo de Londres, e a cidade de Nottingham, no centro de Inglaterra.

O ministro da Saúde britânico, Sajid Javid, anunciou que mais quatro países passaram a estar incluídos na lista de territórios cujos habitantes, a partir das 04:00 TMG de domingo, não podem viajar para o Reino Unido (a não ser que se tratem de cidadãos britânicos e que devem observar uma quarentena num hotel designado).

Na sexta-feira, as autoridades britânicas incluíram na "lista vermelha" a África do Sul - onde foi detetada originalmente a nova variante -, Namíbia, Zimbabué, Botsuana, Lesoto e Essuatíni, a que agora se juntaram Angola, Moçambique, Malaui e Zâmbia.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas