Escolha as suas informações

Mãe dos dois bebés encontrados mortos em França acusada de homicídio
Sociedade 2 min. 23.01.2023
Justiça

Mãe dos dois bebés encontrados mortos em França acusada de homicídio

O prédio onde foram descobertos os corpos dos bebés, pela polícia, na cidade de Salle nos Alpes franceses.
Justiça

Mãe dos dois bebés encontrados mortos em França acusada de homicídio

O prédio onde foram descobertos os corpos dos bebés, pela polícia, na cidade de Salle nos Alpes franceses.
Foto: AFP
Sociedade 2 min. 23.01.2023
Justiça

Mãe dos dois bebés encontrados mortos em França acusada de homicídio

Redação
Redação
A mulher, de 35 anos, "admitiu ter dado à luz duas vezes de duas crianças que terão morrido muito rapidamente após o nascimento, em circunstâncias que não consegue explicar", segundo o MP de Annecy.

A mãe de dois bebés encontrados mortos a 1 de janeiro num apartamento na cidade de Salle, nos Alpes franceses, foi acusada de "homicídio" e detida, disse o Ministério Público (MP) de Annecy à AFP esta segunda-feira. 


Foi nesta casa de um prédio na cidade francesa de Salles que a polícia descobriu os corpos dos dois bebés numa mala.
Só a "mãe pode explicar" a morte dos dois bebés em França
"É a mãe quem tem o segredo deste caso abominável", declarou o autarca de Salles, cidade francesa onde foram descobertos os bebés, na casa da família. A mulher, internada num hospital psiquiátrico, ainda não pode ser interrogada.

"A arguida foi colocada sob custódia na quinta-feira, assim que teve alta do hospital. Foi apresentada a um juiz de instrução no sábado, acusada de homicídio de menor de 15 anos e colocada em prisão preventiva", disse ainda a procuradora Line Bonnet. 

"Cooperou plenamente com os investigadores", acrescentou a magistrada, cujo gabinete abriu um inquérito judicial pelo "homicídio de menor com menos de 15 anos" pouco depois de os corpos terem sido encontrados. 

A descoberta aconteceu no primeiro dia do ano, ao início da tarde, durante uma intervenção da polícia, que tinha sido avisada pela própria mãe das crianças. A mulher de 35 anos de idade revelou que "tinha os corpos de dois bebés mortos em casa". 

Foi ela quem guiou os polícias até que estes encontraram "dois corpos no interior de uma mala", explicou o procurador no dia 6 de Janeiro, um dia após o caso ter sido noticiado na imprensa regional. A mãe foi imediatamente detida e depois hospitalizada devido ao seu estado de saúde. 

 "Não foi capaz de datar os dois partos"  

"Admitiu ter dado à luz duas vezes de duas crianças que terão morrido muito rapidamente após o nascimento, em circunstâncias que não consegue explicar" . Disse também só ter descoberto as gravidezes "no momento do parto", revelou o MP à AFP, também esta segunda-feira. 

"Não foi capaz de datar os dois partos, que ocorreram há vários anos", adiantou o Ministério Público.


O prédio onde foram descobertos os corpos dos bebés, pela polícia, na cidade de Salle nos Alpes franceses.
Morte dos dois bebés em França continua por desvendar
Nesta fase, continua por determinar a data e a causa da morte dos dois bebés, cujos corpos foram encontrados numa mala, na casa da família em Rumilly. O Ministério Público avança com novos dados.

A autópsia, realizada a 4 de janeiro em Grenoble, não determinou a data e a causa da morte dos bebés. Mais análises complementares irão ser realizadas.

A jovem mulher vivia com o marido e os dois filhos, nascidos em 2020 e 2021. O companheiro atual da mulher encontrava-se no estrangeiro desde o dia 23 de dezembro, tendo regressado na manhã de 5 janeiro, sendo logo interrogado.

Numa primeira fase foi "detido sob a acusação de ocultação de cadáver", mas "nenhuma acusação foi feita contra ele" e acabaria por ser libertado.

Os dois filhos do casal, com dois anos de idade e um ano, foram provisoriamente institucionalizados e estão aos cuidados dos serviços de apoio social à infância.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

"É a mãe quem tem o segredo deste caso abominável", declarou o autarca de Salles, cidade francesa onde foram descobertos os bebés, na casa da família. A mulher, internada num hospital psiquiátrico, ainda não pode ser interrogada.
Foi nesta casa de um prédio na cidade francesa de Salles que a polícia descobriu os corpos dos dois bebés numa mala.
Cinco anos após o seu desaparecimento, não há rasto de Bianka Bisdorff. O Ministério Público quer agora levar a mãe da bebé a julgamento, no tribunal criminal. É o que revela esta quinta-feira um comunicado da daquela instituição judicial, que indica ter concluído o inquérito no final de 2019.