Escolha as suas informações

Luxemburgo tem uma das piores taxas de morte causadas por hepatite viral da Europa
Sociedade 02.08.2020

Luxemburgo tem uma das piores taxas de morte causadas por hepatite viral da Europa

Luxemburgo tem uma das piores taxas de morte causadas por hepatite viral da Europa

Foto: Gerry Huberty
Sociedade 02.08.2020

Luxemburgo tem uma das piores taxas de morte causadas por hepatite viral da Europa

Com 33 mortes por cada milhão de habitantes devido a hepatite viral, a Itália registou a taxa mais elevada entre os Estados-Membros da UE, já a Finlândia regista a taxa mais baixa com menos de uma morte devido a hepatite por milhão de habitantes.

As hepatites virais são um grave problema de saúde pública em todo o mundo. De acordo com o serviço de estatísticas da UE, Eurostat, no Grão Ducado registam-se 14,9 mortes por milhão de habitantes por ano devido à hepatite viral, o que o torna o Luxemburgo um dos países com piores taxas de morte causadas por esta doença em toda a Europa. 

Os dados foram lançados esta semana, mas referem-se a 2017. Nesse relatório o Luxemburgo é identificado como o quinto país mais afetado na UE, com apenas a Itália (32,8), Letónia (31,0), Áustria (18,8) e Hungria (15,1) à frente. 

No outro extremo da escala, a Finlândia (0,4), a Eslovénia (0,9) e os Países Baixos (1,9) não sofrem de níveis elevados de hepatite viral, uma doença hepática que causa globalmente cerca de 5.500 mortes na UE por ano. 

Enquanto homens e mulheres são quase igualmente afetados, aqueles com mais de 65 anos são mais susceptíveis, uma vez que representam quase dois terços destas mortes. 


Reportagem. O país mais rico da Europa não tem saúde para pobres
Sem-abrigo, imigrantes sem documentos, trabalhadores com salários baixos. Há cada vez mais gente que não consegue aceder aos serviços públicos de saúde no Luxemburgo.


Com base nos dados disponíveis de 2017, o número total de mortes notificadas na União Europeia (UE) foi superior a 4 milhões, das quais cerca de 5 500 foram atribuídas à hepatite viral. 

Para fazer uma comparação entre países mais efetiva, o número absoluto de mortes entre países precisa de ser ajustado à dimensão e estrutura da população.  

Foi seguida pela Letónia (31 mortes por milhão de habitantes) e pela Áustria (19). No extremo oposto da escala, as taxas mais baixas foram registadas na Finlândia, seguida da Eslovénia (1) e dos Países Baixos (2).

A hepatite viral trata-se de uma infecção que atinge o fígado, causando alterações leves, moderadas ou graves. Na maioria das vezes são infecções silenciosas, não apresentando sintomas. No entanto, quando presentes, podem  manifestar-se através de fadiga, febre, mal-estar, tonturas, enjoos, vómitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas