Escolha as suas informações

Luxemburgo. Já ninguém envia cartas por correio, mas encomendas aumentam
Sociedade 18.11.2022
ILR

Luxemburgo. Já ninguém envia cartas por correio, mas encomendas aumentam

O setor dos correios emprega atualmente mais de 1.900 pessoas, sendo que a POST emprega 1.300 trabalhadores, ou seja, 69% dos empregos na área.
ILR

Luxemburgo. Já ninguém envia cartas por correio, mas encomendas aumentam

O setor dos correios emprega atualmente mais de 1.900 pessoas, sendo que a POST emprega 1.300 trabalhadores, ou seja, 69% dos empregos na área.
Foto: Gerry Huberty
Sociedade 18.11.2022
ILR

Luxemburgo. Já ninguém envia cartas por correio, mas encomendas aumentam

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O setor dos correios emprega atualmente mais de 1.900 pessoas, sendo que a POST emprega 1.300 trabalhadores, ou seja, 69% dos empregos no setor.

Há cada vez menos cartas enviadas (substituídas pelos e-mail) e mais encomendas a transitar no fluxo postal. O Luxemburgo não foge à regra, como revela a última publicação do Instituto Luxemburguês de Regulação (ILR), referente ao ano de 2021.As encomendas aumentaram quase 14% num ano. 

Em contrapartida, o envio de correspondência tradicional diminuiu ligeiramente quase 2%.

O setor dos correios emprega atualmente mais de 1.900 pessoas, sendo que a POST emprega 1.300 trabalhadores, ou seja, 69% dos empregos na área

No que diz respeito ao acesso dos consumidores aos serviços dos correios, não pára de aumentar o número de postos automáticos de distribuição de pacotes postais ('pack up'): eram 91 em 2018 e 131 em 2019.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas