Escolha as suas informações

Pais optam cada vez mais pelo ensino em casa por causa da pandemia
Sociedade 11.01.2022 Do nosso arquivo online
Ensino primário

Pais optam cada vez mais pelo ensino em casa por causa da pandemia

Ensino primário

Pais optam cada vez mais pelo ensino em casa por causa da pandemia

Pixabay
Sociedade 11.01.2022 Do nosso arquivo online
Ensino primário

Pais optam cada vez mais pelo ensino em casa por causa da pandemia

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Ministro da Educação adianta que são casos pontuais.

Apesar de, em dois anos de pandemia, as escolas terem tentado salvaguardar a segurança dos menores, há pais que optaram pelo ensino em casa para proteger os filhos da covid-19. 

Numa resposta parlamentar do deputado Josée Lorsché, do Déi Gréng, o ministro da Educação, Claude Meisch, confirmou que existem "casos isolados" no ensino primário do Luxemburgo, sem adiantar números, e que os progenitores tendem a eleger um de dois motivos para tomarem a decisão: ou consideram as regras impostas no sistema educativo muito restritivas, ou exatamente o contrário, pouco seguras. 


Der Bildungsminister setzt im Kampf gegen die Pandemie in den Schulen auf verstärktes Testen. Eine Maskenpflicht ist trotz steigender Zahlen nicht geplant.
Quarentena só para alunos e professores não vacinados ou infetados
A quarentena agora só se aplica a alunos e professores que não foram vacinados ou não recuperaram da doença, mesmo em caso de surto de infeções.

O pedido de escolarização em casa, possível por lei desde 2009, é submetido à direção regional e, caso seja aceite, "são realizados controlos regulares e acompanhamento de perto das famílias envolvidas", garante o governante. 

Tendo em conta o melhor interesse para a criança, "se a direção da escola verificar que a escolaridade em casa não satisfaz as necessidades da criança e do seu desenvolvimento académico, esta é automaticamente matriculada na escola da sua comuna de residência", lê-se no texto. 




O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas