Escolha as suas informações

Luxemburgo e mais de metade da Europa estão a vermelho no mapa da covid-19
Sociedade 2 min. 12.11.2021
Pandemia

Luxemburgo e mais de metade da Europa estão a vermelho no mapa da covid-19

Pandemia

Luxemburgo e mais de metade da Europa estão a vermelho no mapa da covid-19

Foto: dpa
Sociedade 2 min. 12.11.2021
Pandemia

Luxemburgo e mais de metade da Europa estão a vermelho no mapa da covid-19

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Níveis de incidência elevados colocam o Grão-Ducado a vermelho na mais recente atualização do mapa do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças. À exceção da França, todos os outros países vizinhos estão a vermelho e a vermelho escuro.

Mais de metade da Europa está a vermelho e a vermelho escuro no mapa da covid-19 do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC, na sigla em inglês) e o Luxemburgo é um dos países abrangidos.


Quarta vaga de covid-19 assusta Europa
Reintrodução de testes gratuitos na Alemanha, reposição do passe sanitário na Dinamarca, e recomendação de teletrabalho na Bélgica são alguns dos exemplos. Em França, Macron luta para convencer população a tomar a dose de reforço.

As duas cores indicam os países e as regiões europeias com as incidências mais altas (elevadas e muito elevadas) do número de infetados por 100.000 habitantes, nos últimos 14 dias, numa escala que começa na cor verde (baixa incidência) e passa pela cor laranja (média incidência). Os que estão a vermelho são aqueles em que a incidência varia entre os 75 e 200 casos por 100.000 habitantes, a 14 dias, e que têm uma taxa de positividade superior a 4%, ou que têm uma incidência entre 200 e 500 casos, independentemente da taxa de positividade. Já o vermelho escuro aplica-se a países com uma incidência de mais de 500 casos por 100.000 habitantes, nos últimos 14 dias. 

O mapa europeu do ECDC foi atualizado esta quinta-feira e mostra que mais de metade dos países da União Europeia e do espaço Schengen está a vermelho. E enquanto o Luxemburgo está incluído no grupo de estados a vermelho, a vizinha Bélgica e os Países Baixos, que anunciam hoje medidas de contenção dos contágios, que poderão passar por um novo confinamento, estão já no topo da escala de gravidade desse indicador, a vermelho escuro.

Mapa atualizado a 11 de novembro
Mapa atualizado a 11 de novembro
ECDC

No que respeita aos restantes países vizinhos do Grão-Ducado, a França ainda mantém a maior parte das suas regiões a laranja, enquanto a Alemanha, onde a incidência continua a aumentar, está predominantemente a vermelho e com a região sudeste a vermelho escuro.


Incidência da doença na Alemanha continua a aumentar
As autoridades de saúde alemãs registaram 48.640 novas infeções nas últimas 24 horas.

De acordo com os dados disponíveis do ECDC, o Leste europeu, praticamente toda a Escandinávia, a Islândia e a Irlanda estão a vermelho e a vermelho escuro. Portugal mantém-se com valores de incidência intermédios, que o colocam a laranja no mapa europeu. 

Recorde-se que este mapa serve de referência para elaborar recomendações e para haver uma abordagem coordenada, por parte dos vários países, nas viagens dentro do espaço comunitário europeu.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas