Escolha as suas informações

Jean-Claude Hollerich diz que "é preciso rezar muito pelos políticos" europeus
Sociedade 15.09.2021
Pobreza

Jean-Claude Hollerich diz que "é preciso rezar muito pelos políticos" europeus

 Jean-Claude Hollerich
Pobreza

Jean-Claude Hollerich diz que "é preciso rezar muito pelos políticos" europeus

Jean-Claude Hollerich
Fotos: Laurent Blum
Sociedade 15.09.2021
Pobreza

Jean-Claude Hollerich diz que "é preciso rezar muito pelos políticos" europeus

O arcebispo do Luxemburgo, que presidiu à peregrinação aniversária de Fátima, em agosto, critica os dirigentes europeus, por não olharem para a pobreza e para miséria que ainda existem.

O arcebispo do Luxemburgo afirma que “é preciso rezar muito pelos políticos” europeus para que estes olhem para a pobreza.

Para o cardeal Jean-Claude Hollerich, que é também presidente da Conferência das Comissões Episcopais Europeias, é preciso "rezar pelos líderes europeus para que se abram à pobreza, porque hoje temos todos a tentação de pensar que vivemos numa pequena comunidade, com pessoas que pensam como nós, e já não vemos o mal que existe, já não conseguimos ver a pobreza, a miséria”, afirmou em declarações ao ‘podcast’ do Santuário de Fátima #fatimanoseculoXXI, citadas esta segunda-feira, na página de internet do Santuário.


"Pagamos para que as pessoas não entrem na UE e, ao mesmo tempo, falamos de valores europeus”
Em Fátima, onde preside à peregrinação internacional aniversária, o arcebispo do Luxemburgo, o cardeal Jean-Claude Hollerich, criticou a forma desumana como são tratados os migrantes e refugiados. A peregrinação termina hoje com a procissão do adeus.

O arcebispo lamentou também "haver tantas pessoas que sofrem em guerras, em conflitos” e lembrou que, apesar de a Europa não poder acolher todos os refugiados que queiram chegar ao continente, tem o "dever sagrado" de receber   "os que são perseguidos", devendo, ao mesmo tempo, "estabelecer políticas para que as pessoas permaneçam nos seus países e possam ter uma vida boa” neles, acrescentou.

 Jean-Claude Hollerich esteve em Fátima no passado mês de agosto para presidir à peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de agosto ao Santuário de Fátima.


Cardeal Hollerich cita comunidade portuguesa do Luxemburgo como exemplo do contributo dos emigrantes
O arcebispo do Luxemburgo presidiu este ano, pela segunda vez, à peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de agosto ao Santuário de Fátima.

Na conferência de imprensa da véspera da peregrinação, o cardeal já tinha tecido duras declarações à União Europeia (UE) e às autoridades comunitárias pela forma desumana como os migrantes e refugiados são tratados.

“Fechamos os olhos, deixamos fazer, pagamos para que as pessoas não entrem na União Europeia e, ao mesmo tempo, falamos de valores europeus”, criticou na altura o cardeal luxemburguês.

com Lusa


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas