Escolha as suas informações

Informático de 40 anos é a primeira vítima mortal no Parlamento Europeu
Sociedade 2 min. 25.03.2020

Informático de 40 anos é a primeira vítima mortal no Parlamento Europeu

Informático de 40 anos é a primeira vítima mortal no Parlamento Europeu

Foto: AFP
Sociedade 2 min. 25.03.2020

Informático de 40 anos é a primeira vítima mortal no Parlamento Europeu

Telma MIGUEL
Telma MIGUEL
Segundo família e amigos, era saudável. Parlamento confirma mais seis doentes na instituição.

Um técnico de informática que trabalhava no serviço de teleconferências do Parlamento Europeu (PE), em Bruxelas, morreu no passado domingo de Covid-19. Giancarlo Agostino di Maria foi internado no hospital Saint-Anne no início da semana passada, foi entubado na quarta-feira, dia 18, mas acabaria por não sobreviver. Segundo os amigos, citados pelo site 7sur7, Giancarlo di Maria não tinha problemas de saúde pré-existentes e estava em boa forma física, sendo adepto regular e de longa data de crossfit, uma disciplina de exercício físico intensa.

No Facebook, horas antes da sua morte, uma irmã de Giancarlo alertava que o Covid-19 é mortal, mesmo para pessoas jovens e saudáveis, e que toda a gente deve respeitar o confinamento. Lili perguntava: “O que vos falta neste confinamento? A mim, só me falta uma coisa: poder apertar a mão do meu irmão que luta sozinho desde quarta-feira”.

Giancarlo Agostini di Maria nasceu na Sicília e veio para Bruxelas com a família ainda em criança. Era um contratado externo da Direção-Geral de Inovação e Suporte Técnico (DG ITEC). O Parlamento Europeu confirmou a sua morte. Segundo Delphine Colard, porta-voz do PE, foi acionado o protocolo segundo o qual “todos os contatos dentro do PE são traçados com urgência e contatados o mais depressa possível para permanecerem em auto-isolamento durante 14 dias e a monitorizar o seu estado de saúde.”

Segundo a porta-voz do PE, há atualmente vários casos de funcionários “em auto-isolamento, de acordo com os protocolos, mas não há uma incidência em particular em nenhuma diretoria”. E, de acordo com a última contagem, há seis pessoas com Convid-19 confirmado. O polaco Adam Jarubas anunciou no passado dia 20, na sua conta de Twitter, estar contaminado com o novo coronavírus, sendo o primeiro eurodeputado a ficar doente.

Praticamente fechados desde 15 de março, os edifícios em Bruxelas do Parlamento Europeu têm apenas equipas técnicas reduzidas a trabalhar no seu interior.

Por causa da pandemia de coronavírus, amanhã será a primeira vez na história que os eurodeputados irão votar à distância, por email.

Michel Barnier, de 69 anos, o representante da União Europeia nas negociações do Brexit, anunciou a 19 de março ter Covid-19.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.