Escolha as suas informações

"Imprecionante". Ministro da Educação do Brasil dá erro de português (outra vez)
Sociedade 1 10.01.2020 Do nosso arquivo online

"Imprecionante". Ministro da Educação do Brasil dá erro de português (outra vez)

"Imprecionante". Ministro da Educação do Brasil dá erro de português (outra vez)

Sociedade 1 10.01.2020 Do nosso arquivo online

"Imprecionante". Ministro da Educação do Brasil dá erro de português (outra vez)

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Abraham Weintraub é conhecido por dar algumas gafes em público e até já gravou vídeo a cantar "Singin' in the Rain" de guarda-chuva.

Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, publicou um Tweet direcionado aos ministros Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, e Abraham Weintraub, da Educação. 

Em resposta, Weintraub agradeceu ao deputado, no seu perfil, mas acabou por correr-lhe mal. "Mais imprecionante (sic): não havia a área de pesquisa em Segurança Pública", podia ler-se no tweet que foi, entretanto, apagado. 

No entanto, os internautas não perdoaram mais uma gafe do ministro e reagiram. 

Em causa estava a ideia do filho de Bolsonaro em realizar uma "pesquisa feita por órgão oficial sobre o uso defensivo de armas de fogo" e que seria "interessante apoiar um projeto assim caso houvesse oportunidade".

O ministro da Educação é o orgão do governo que mais erros de português comete. Para citar alguns, escreveu "descente" (e não "decente") e "haviam emendas" (e não "havia emendas"). Numa carta enviada ao ministro da economia, Paulo Guedes, queixou-se de uma "suspenção" (em vez de "suspensão") de verbas passadas pelo colega de executivo que poderia levar à "paralização" (em vez de "paralisação") de algumas áreas do seu ministério.  

Weintraub usou as condições em que se encontrava para justificar "a calinada" na língua. 

Os métodos comunicativos 'menos formais' de Abraham ficaram conhecidos quando gravou um vídeo para as redes sociais de guarda-chuva a cantar "chuva de fake news" ao som de "Singin' in the Rain". 

Os vídeos 360 não têm suporte aqui. Ver o vídeo na aplicação Youtube.