Escolha as suas informações

La Palma. Lava está a menos de um quilómetro do mar
Sociedade 2 min. 28.09.2021
Vulcão Cumpre Vieja

La Palma. Lava está a menos de um quilómetro do mar

Vulcão Cumpre Vieja

La Palma. Lava está a menos de um quilómetro do mar

Kike Rincón/EUROPA PRESS/dpa
Sociedade 2 min. 28.09.2021
Vulcão Cumpre Vieja

La Palma. Lava está a menos de um quilómetro do mar

Redação
Redação
Foi declarado um estado de catástrofe natural na ilha.

Depois de um intervalo de pouca dura na atividade, a atividade do vulcão Cumbre Vieja intensificou-se na madrugada de terça-feira. O cenário é de destruição e o Instituto Vulcanológico das Canárias já avisou que se estão a gerar ondas de gravidade na atmosfera.

O governo espanhol libertou na terça-feira 10,5 milhões de euros em "ajuda direta" às vítimas da erupção vulcânica. Trata-se de "ajuda imediata aos habitantes de La Palma que perderam tudo por causa do avanço da lava", disse à imprensa a porta-voz do governo espanhol Isabel Rodríguez. 

Cerca de 5,5 milhões serão utilizados para comprar ou alugar 107 casas que "podem ser usadas imediatamente" por aqueles que perderam os lares, explicou. O resto será utilizado para comprar bens de primeira necessidade como eletrodomésticos. "Precisamos de dar uma resposta rápida e eficaz", acrescentou o ministro. Foi declarado um estado de catástrofe natural na ilha de 85.000 habitantes localizada no arquipélago das Canárias, a oeste da costa africana, que foi devastada durante dez dias pela erupção do vulcão Cumbre Vieja. 

Os fluxos de lava destruíram um total de 589 edifícios e cobriram 258 hectares de terra na ilha, que vive principalmente do cultivo da banana e do turismo, de acordo com o sistema europeu de medição geoespacial Copernicus. A erupção levou à evacuação de mais de 6 mil pessoas das suas casas. 


O que sucede quando a lava do vulcão entra no mar? Um cenário apocalítico
O rio de lava do Cumbre Vieja em erupção em La Palma está a dirigir-se para o oceano deixando um rastro de destruição. Mas os especialistas alertam que o pior está para vir: o contacto da magma com a água salgada vai originar explosões, desabamentos e nuvens tóxicas.

Na terça-feira, a lava estava a cerca de 800 metros do mar, um encontro temido porque poderia causar explosões ou nuvens tóxicas. No entanto, as autoridades não podem dizer quando ou se este encontro irá ocorrer. Devido às cinzas que caíram na ilha, o aeroporto de La Palma teve de fechar durante 24 horas no sábado, e embora tenha retomado oficialmente o serviço, os voos continuam suspensos por agora. 

O Primeiro-Ministro Pedro Sanchez prometeu na semana passada, durante uma visita a La Palma, que a ajuda seria paga "imediatamente" e que seria utilizada para restaurar o sistema de irrigação nesta mesma ilha agrícola, para reconstruir estradas (21 quilómetros foram destruídos) e para apoiar as pessoas que perderam os seus empregos devido à catástrofe. 


Com agências. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. As autoridades espanholas preveem retirar das zonas de La Palma mais expostas à erupção do vulcão Cumbre Vieja,, entre 5.000 e 10.000 pessoas, anunciou hoje a Guardia Civil.