Escolha as suas informações

Grupo de jovens viaja com uma scooter num comboio no Luxemburgo
Sociedade 2 min. 12.05.2022
Insólito

Grupo de jovens viaja com uma scooter num comboio no Luxemburgo

Um grupo de jovens entrou com uma scooter num comboio regional Luxemburgo-Metz, na estação da capital.
Insólito

Grupo de jovens viaja com uma scooter num comboio no Luxemburgo

Um grupo de jovens entrou com uma scooter num comboio regional Luxemburgo-Metz, na estação da capital.
Foto: Twitter
Sociedade 2 min. 12.05.2022
Insólito

Grupo de jovens viaja com uma scooter num comboio no Luxemburgo

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
É um caso no mínimo insólito. É habitual - e legal - ver bicicletas ou trotinetes dentro dos comboios, mas uma scooter estacionada dentro de uma carruagem é algo inédito - e, claro, ilegal.

O caso aconteceu na quarta-feira à tarde, quando um grupo de jovens entrou num comboio regional Luxemburgo-Metz, na estação da capital, com uma mota. Durante a viagem, uma passageira tirou uma fotografia e partilhou-a no Twitter. "Não irás ver nada mais WTF ('insólito', em tradução livre) num comboio Luxemburgo-Metz hoje... Não sei se deva rir ou chorar", lê-se na publicação da utilizadora "Vee Redhair".


"Foi no comboio das 18h58, com partida do Luxemburgo", contou à RTL "Vee",  uma frequentadora habitual dos comboios regionais entre o Grão-Ducado e Metz. 

Segundo a passageira, o oficial do comboio deixou os jovens embarcar com a mota e até lhes falou ao microfone quando chegaram à estação de Bettembourg, que era o seu destino. "Não me lembro das palavras exatas, mas quando anunciou que o comboio estava a chegar à estação de Bettembourg, continuou a elogiar os jovens e a sua scooter", recordou "Vee".

A viagem entre a estação do Luxemburgo e a de Bettembourg dura cerca de 25 minutos. "Talvez ele quisesse fazer-lhes um favor. Realmente não sei. O que também é bastante incompreensível é que tenham conseguido entrar e atravessar a estação do Luxemburgo sem que ninguém os impedisse", acrescentou. 

No Twitter, @TERNancyMetzLux publicou uma mensagem em reação à publicação de "Vee": "Olá, de facto isto não é permitido. Seria possível saber o número do comboio para que possamos fazer a investigação necessária, por favor?", lê-se na caixa dos comentários.

Os Caminhos de Ferro Luxemburgueses (CFL) confirmaram ao Contacto que "estão excluídas do transporte em transportes públicos as motociclos, tal como definidas pelo Decreto Grão-Ducal de 23 de Novembro de 1955 que regulamenta o tráfego em todas as vias públicas", tal como indica o regulamento oficial. "Se uma pessoa com uma mota chegar, o nosso pessoal é instruído a não a deixar entrar no comboio, ou a pedir-lhe que saia do comboio", indicam. 

No entanto, "como se tratava de um comboio francês, não havia empregados dos CFL no local", daí ter sido possível embarcar "pelo elevador". "Como a estação foi construída para ser acessível a pessoas com bicicletas ou mobilidade reduzida, os elevadores são bastante espaçosos, razão pela qual a pessoa pôde entrar com a sua scooter", explica a CFL.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Uma mulher foi esta manhã, cerca das 07:00, colhida por um comboio na gare de Clervaux, no norte do Luxemburgo, segundo os Caminhos de Ferro Luxemburgueses (CFL).
A estação de Clervaux.