Escolha as suas informações

Grupo de hackers expõe rede internacional de pedofilia
Sociedade 11.02.2020

Grupo de hackers expõe rede internacional de pedofilia

Grupo de hackers expõe rede internacional de pedofilia

Sociedade 11.02.2020

Grupo de hackers expõe rede internacional de pedofilia

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O grupo publicou pelo menos 100 nomes, moradas e fotografias dos alegados pedófilos.

Cyberteam, nome do grupo, invadiu os sites oficiais de dez cidades do estado brasileiro da Paraíba, no domingo, com o objetivo de denunciar uma rede internacional de pornografia infantil e pedofilia, avançou o La Repubblica.

“Já informámos a polícia e algumas autoridades locais, mas nem sequer nos responderam”, explicou o líder do grupo,  Spy_Unkn0wn. A operação, intitulada ‘#OPPedoGate’ foi levada a cabo pelo português ‘Zambrius’ e por ‘Spy_Unkn0wn’.  

Ao Correio da Manhã, os piratas informáticos disseram que muitos dos sites pornográficos se faziam passar por “agências de modelos para adolescentes, conseguindo assim fotografias e vídeos de crianças na praia, a dormir”.  

No Twitter, já tinham deixado o aviso de que iam expor mais de 100 sites de pedofilia. 

A lista foi ainda acompanhada por uma série de sugestões para identificar pedófilos e pelo nomes de organizações nacionais às quais os casos podem ser denunciados.

Segundo o Correio da Manhã, estes são os mesmo hackers responsáveis pelos ataques informáticos à Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol no mês passado, que entretanto apresentou queixa na Polícia Judiciária.