Escolha as suas informações

Governo reativa linhas de apoio a alunos, pais e professores
Sociedade 08.02.2021 Do nosso arquivo online

Governo reativa linhas de apoio a alunos, pais e professores

Governo reativa linhas de apoio a alunos, pais e professores

Foto: Shutterstock
Sociedade 08.02.2021 Do nosso arquivo online

Governo reativa linhas de apoio a alunos, pais e professores

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O Governo decidiu encerrar os estabelecimentos do ensino fundamental entre esta segunda-feira, 8, e 12 de fevereiro, recorrendo ao ensino à distância.

À semelhança do que aconteceu em março de 2020, durante o primeiro confinamento, e em janeiro deste ano, o Governo voltou a reativar a linha telefónica de ajuda para os alunos, pais e professores. O objetivo da helpline de apoio psicológico é ajudar pais e professores a ultrapassar dificuldades ligadas com o isolamento, através do 8002 93 93, estes poderão encontrar uma pessoa para os ouvir e os ajudar durante estes tempos mais difíceis. 

Em paralelo, uma outra linha telefónica de ajuda no ensino à distância foi também reativada, desta vez para os pais e crianças com dificuldades nas matérias curriculares durante a semana de 8 a 12 de fevereiro. O número é o 8002 90 90.


Luxemburgo. Pais e alunos surpreendidos com fecho das escolas
“Penso que os estudantes não estão felizes e muitos pais também não estão felizes”, com a decisão, diz o presidente da RNP que dentro de dias se reúne com o ministro da Educação.

O Governo decidiu encerrar os estabelecimentos do ensino fundamental entre 8 a 12 de fevereiro, recorrendo ao ensino à distância. A decisão prende-se com o aumento do número de infeções por covid-19 na comunidade escolar e com a preocupação das novas variantes, como a britânica e a sul-africana.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

"O setor do ensino sofreu grandes transtornos desde o mês de março. Entre o ensino à distância durante largas semanas, o regresso às aulas com o medo de contrair a covid-19, e as quarentenas e isolamentos que afastaram alguns alunos da escola, tem sido um tempo difícil para crianças, jovens, professores e pais”.