Escolha as suas informações

Governo apela a emigrantes para responderem à notificação de recenseamento
Sociedade 30.09.2018 Do nosso arquivo online

Governo apela a emigrantes para responderem à notificação de recenseamento

José Luís Carneiro vai ester este domingo no Luxemburgo.

Governo apela a emigrantes para responderem à notificação de recenseamento

José Luís Carneiro vai ester este domingo no Luxemburgo.
Foto: Lusa
Sociedade 30.09.2018 Do nosso arquivo online

Governo apela a emigrantes para responderem à notificação de recenseamento

O secretário de Estado das Comunidades apelou, em Paris, aos portugueses para responderem à notificação que vão receber sobre o recenseamento e para participarem nos atos eleitorais.

“O apelo que faço a todos os cidadãos é para que agora que vão ser notificados pela administração eleitoral — perguntando-lhes se querem ficar no recenseamento automático ou se o querem suspender — para que respondam a essa notificação para que possam usar este direito fundamental de participarem nos atos eleitorais do seu país”, declarou.

José Luís Carneiro falava à comunicação social à margem da sessão “Diálogos com as Comunidades: Leis eleitorais + Participação”, que se realizou no Consulado-Geral de Portugal em Paris e em que participou também a secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Isabel Oneto, e o diretor-geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas, Júlio Vilela.

Este domingo, José Luís Carneiro e Isabel Oneto participam no “Diálogos com as Comunidades” no Luxemburgo, também sobre as alterações às leis eleitorais aprovadas no passado mês de julho pelo Parlamento.

A sessão pública de esclarecimento está marcada entre as 14h30 e as 17h30, no Centro Cultural Português - Instituto Camões (Place Joseph Thorn, n° 4), em Merl.


Notícias relacionadas

Votar nas eleições portuguesas vai passar a ser mais simples, também para os portugueses no Luxemburgo. Com as novas mudanças, o recenseamento dos portugueses no estrangeiro vai ser automático, mas não obrigatório. O voto por correspondência vai passar a ser gratuito, mas há mais novidades. As mudanças vão aumentar o número de potenciais votantes, sem que os cidadãos tenham de se deslocar ao consulado.
Visite du secrétaire d’État portugais José Luís Carneiro au Luxembourg, le 30 Septembre 2018. Photo: Chris Karaba