Escolha as suas informações

França. Pulseira de alerta contra (ex-)parceiros violentos está a chegar
Sociedade 24.09.2020

França. Pulseira de alerta contra (ex-)parceiros violentos está a chegar

França. Pulseira de alerta contra (ex-)parceiros violentos está a chegar

Foto: Shutterstock
Sociedade 24.09.2020

França. Pulseira de alerta contra (ex-)parceiros violentos está a chegar

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Cerca de mil pulseiras já estão disponíveis, mas vão ser atribuídas consoante avaliação individal de cada caso de violência doméstica e a decisão ficará a cargo de um juiz.

Em França, a pulseira que visa afastar parceiros ou ex-parceiros violentos, entrará em vigor na sexta-feira, de acordo com um decreto publicado nesta quinta-feira, em Diário da República. 

A pulseira vai ter um dispositivo que identifica onde está o visado violento e dispara um alerta se este se aproxima demasiado da vítima.  

Cerca de mil pulseiras já estão disponíveis, mas vão ser atribuídas consoante avaliação individal de cada caso de violência doméstica e a decisão ficará a cargo de um juiz. Angoulême, Bobigny, Douai, Pontoise e Aix-en-Provence são as cinco comunas onde a pulseira será implementada, numa primeira fase. A 31 de dezembro, estende-se a todo o país, avança o L'Essentiel. 

Em França, o número de feminicídios aumentou, em 2019, para 146 mulheres mortas por parceiros, contra 121 mortes, em 2018.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.