Escolha as suas informações

França. Decathlon suspende venda de caiaques para impedir travessia de migrantes
Sociedade 17.11.2021
Crise de migrantes

França. Decathlon suspende venda de caiaques para impedir travessia de migrantes

Crise de migrantes

França. Decathlon suspende venda de caiaques para impedir travessia de migrantes

Marijan Murat/dpa
Sociedade 17.11.2021
Crise de migrantes

França. Decathlon suspende venda de caiaques para impedir travessia de migrantes

Lusa
Lusa
A cadeia de lojas de artigos desportivos retirou das prateleiras de quatro lojas no norte de França, de regiões próximas do Canal da Mancha, caiaques e botes para evitar que migrantes tentem a travessia para a Grã-Bretanha. No entanto, coletess salva-vidas vão continuar à venda.

A cadeia francesa de lojas de artigos desportivos Decathlon suspendeu a venda de caiaques e outros pequenos barcos em quatro lojas no norte de França, na região mais próxima da costa do Canal da Mancha, para evitar que migrantes os comprem e tentem uma travessia até à Grã-Bretanha.

Em comunicado, a Decathlon disse que estava a retirar todos os botes e caiaques das lojas em Calais, Grande-Synthe, Boulogne-sur-Mer e Le Touquet. As cidades coincidem com pontos de lançamento usados ​​por migrantes - e a partir de onde a Grã-Bretanha pode ser vista da costa francesa num dia claro.

"Estamos comprometidos em nunca colocar os nossos clientes em risco com o uso dos nossos produtos", disse a empresa, num comunicado. Produtos como coletes salva-vidas continuarão disponíveis e à venda nestas mesmas lojas, revela a Reuters.

Há cerca de uma semana, cerca de mil migrantes entraram no Reino Unido após atravessarem em embarcações o Canal da Mancha, estabelecendo um recorde de entradas num único dia, declarou esta quarta-feira o Ministério do Interior britânico.

Até ao momento, mais de 23.000 pessoas cruzaram o Canal da Mancha em barcos a partir de França para o Reino Unido.

De acordo com o Ministério do Interior britânico, 98% dos migrantes que entram no país pelo canal pedem asilo e, no primeiro semestre de 2021, as autoridades britânicas processaram 14.670 solicitações, face aos 35.737 pedidos em 2019 e 29.815 em 2020.

Um porta-voz do Ministério do Interior descreveu como "implacáveis" os grupos criminosos que lucram com a situação desesperada pela qual esses migrantes estão a passar.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas