Escolha as suas informações

Festival de "Food Trucks" no Luxemburgo: Brasileiras servem comida "bio" sobre rodas

Festival de "Food Trucks" no Luxemburgo: Brasileiras servem comida "bio" sobre rodas

Foto: Anouk Antony / CONTACTO
Sociedade 6 3 min. 10.10.2015

Festival de "Food Trucks" no Luxemburgo: Brasileiras servem comida "bio" sobre rodas

As brasileiras Luciana Griz e Agnes Kunkel são as únicas mulheres no Luxemburgo ao volante de um "Food Truck", um conceito importado dos Estados Unidos que converte a restauração rápida em refeições 'gourmet'. O snack-bar sobre rodas participa este domingo no primeiro festival de "Food Trucks" no Luxemburgo.

As brasileiras Luciana Griz e Agnes Kunkel são as únicas mulheres no Luxemburgo ao volante de um "Food Truck", um conceito importado dos Estados Unidos que converte a restauração rápida em refeições 'gourmet'. O snack-bar sobre rodas participa este domingo no primeiro festival de "Food Trucks" organizado no Luxemburgo.

Na estrada desde Junho, as imigrantes brasileiras são as únicas mulheres à frente dos populares 'food trucks'. "Aqui no Luxemburgo somos o único 'Food Truck' cem por cento feminino”, garante Luciana Griz ao CONTACTO.

Baptizado Sansa (um nome formado pela aglutinação de SANduíches e SAlada), o veículo conduzido pelas duas brasileiras é um dos cerca de 15 "food trucks" a circular no Luxemburgo, e distingue-se pelos produtos biológicos, provenientes do comércio local ou justo, explica a empresária natural do Recife, a viver há 14 anos no Grão-Ducado.

"Somos brasileiras, mas não é por aí que queremos diferenciar-nos, e a comida brasileira nem sempre entra no nosso conceito. A ideia é servir comida biológica, saudável e local", diz Luciana.

A ementa muda regularmente, ao sabor dos produtos da época, e é tendencialmente vegetariana ou mesmo 'vegan' (sem quaisquer produtos de origem animal, incluindo leite ou ovos). Esta semana o menu inclui um saboroso e nutritivo hambúrguer 'veggie' de quinoa, a que nem falta uma maionese caseira que pede meças aos molhos tradicionais, tanto em sabor como em valor alimentar. "O segredo é a couve-flor, não tem ovos nem produtos animais", revela Luciana Griz.

Para quem não abdica da carne, este restaurante ambulante tem sempre outra opção, esta semana com gostinho brasileiro: sandes quente de 'carne louca', um prato de carne desfiada com vários temperos, "que se vê mais no Sul do Brasil", explica Luciana.

Moda dos 'food trucks' veio para ficar

Longe vão os tempos em que a comida sobre rodas se limitava às gordurosas bifanas servidas em 'roulottes', à porta de discotecas e bares. A venda ambulante de comida foi revolucionada com a chegada dos "Food Trucks", uma ideia surgida nos Estados Unidos que se tornou popular há pouco mais de um ano no Luxemburgo.

O Grão-Ducado acolhe este domingo o primeiro festival nacional de "Food Trucks", no espaço das Rotondes de Bonnevoie, a partir das 12h, e a carrinha das empresárias brasileiras já tem lugar marcado no evento.

A carrinha da Sansa serve também almoços diariamente em vários locais do país, divulgados no site da empresa: à segunda está em Kirchberg, à terça na Cloche d’Or, quarta em Bertrange, quinta no Findel e sexta em Howald, sempre das 11h30 às 14h.

O "camião de comida" das duas empresárias anda na estrada desde Junho, e o sucesso surpreendeu as condutoras-cozinheiras. "Já temos clientes habituais, e somos convidadas para muitos eventos privados. No mês de Outubro não temos um único fim-de-semana sem eventos, e são sempre as pessoas que nos contactam", conta Luciana Griz, que muitos brasileiros e portugueses conhecem, por ter fundado a associação "Il était une fois", que promove a leitura de histórias infantis multilingues.

Antes de se fazerem à estrada, as duas empresárias trabalharam durante mais de um ano no plano de negócios, visitaram festivais de "food trucks" na Alemanha e procuraram apoios financeiros. O investimento inicial para arrancar com um "food truck" ronda os 60 mil euros, mas Luciana e Agnes contaram também com o apoio da associação ETIKA, que financia projectos eticamente responsáveis, em colaboração com o banco estatal BCEE, e ainda com a ajuda do banco luxemburguês SNCI.

Uma aposta ganha para a bióloga de profissão e a sócia Agnes Kunkel, com larga experiência na restauração. E depois a vantagem, com uma carrinha, "é que se um lugar não está dando certo, você muda", brinca a empresária brasileira.

P.T.A.

------------------

Eat it! - Festival de "Food Trucks"

Rotondes de Bonnevoie

Domingo, dia 11 de Outubro, a partir das 12h (entrada livre)

Com a participação de "food trucks" do Luxemburgo e da Grande Região

Mais informações no portal das Rotondes