Escolha as suas informações

Férias de verão. Quando e que companhias já estão a voar para Portugal?
Sociedade 5 min. 02.06.2020

Férias de verão. Quando e que companhias já estão a voar para Portugal?

Férias de verão. Quando e que companhias já estão a voar para Portugal?

Foto: AFP
Sociedade 5 min. 02.06.2020

Férias de verão. Quando e que companhias já estão a voar para Portugal?

Catarina OSÓRIO
Catarina OSÓRIO
Depois de Itália, Grécia e Portugal, Espanha já anunciou que abrirá as fronteiras de forma a receber turistas em julho.

Apesar de o desconfinamento já ter começado, aindam existe muita incerteza sobre como o novo coronavírus irá evoluir um pouco por todo o mundo. Certo é que isso poderá ter implicação nas deslocações de pessoas, nomeadamente com a chegada das férias de verão. 

Depois de Itália, Grécia e Portugal, Espanha já anunciou que abrirá as fronteiras de forma a receber turistas em julho. Na altura em que milhares de portugueses residentes no Luxemburgo regressam a Portugal para as merecidas férias de verão e para estar junto dos seus familiares, o Contacto consultou a TAP e a Luxair sobre estas questões. Quem quiser ir a Portugal no imediato, terá de voar apenas na Luxair, única a realizar voos desde 3 de junho para Porto e Lisboa. A nova ligação Luxemburgo-Faro começará a 7 de junho.

A par com a Luxair, outras companhias aéreas já começaram a vender bilhetes, como é o caso TAP, Ryanair e EasyJet. E estarão as empresas a baixar os preços para compensar o tempo perdido devido à pandemia da covid-19? Joe Schroeder, porta-voz da Luxair, diz que "não". Questionado sobre se a empresa sente pressão para tornar os seus preços mais competitivos, Joe diz apenas que essa relação depende mais da procura e oferta de voos na altura da compra do que propriamente do contexto em si. E "obviamente é expectável que a procura seja maior no verão", refere. 

Contactada por email, a TAP responde que uma cotada "não fornece informação sobre vendas e taxas de ocupação futuras, nem faz previsões públicas, uma vez que é uma empresa com Obrigações cotadas na Euronext Lisboa, estando interditada de divulgar estimativas ou previsões sem antes o fazer à CMVM". 

Certo é que a operadora aérea anunciou recentemente o seu plano de voos para os meses de verão, onde se inclui voos entre o Luxemburgo e Portugal a partir de junho, mas viu-se entretanto obrigada a reajustar devido às recentes críticas do governo, autarquias e associações de turismo de Portugal

No caso da Luxair todas as rotas Luxemburgo-Porto, Lisboa e Faro, encontram-se operacionais desde 3 de junho. De acordo com ainda atual plano de voos da TAP, as ligações para Porto e Lisboa em junho "não estão operacionais" apesar de ser possível reservar voo para o Porto já em junho, mas a empresa avisa que o voo é operado pela Luxair. Já ligação Luxemburgo-Lisboa deverá ser retomada apenas em julho com três voos por semana. Mas apesar de já ser possível comprar voos ainda não sabe ao certo quantos existirão na rota Luxemburgo-Portugal para os próximos meses. "Pelo que faz sentido aguardar por essa revisão antes de responder", refere André Soares, assessor da companhia ao Contacto. 

TAP: voo para julho cancelado 


Guia Findel. Tudo o que precisa de saber antes de embarcar
Nada será como antes. Esta sexta-feira o aeroporto de Findel abre com segurança reforçada. As máscaras são obrigatórias e as distâncias de segurança são para cumprir. Quem não preenche os requisitos da Declaração Sobre o Estado de Saúde não embarca.

Entretanto, um dos voos Luxemburgo-Lisboa não deverá mesmo existir. Que o diga Ana Pontes que viu a sua viagem entre 8 e 24 de julho pela TAP ser cancelada. A portuguesa residente no Luxemburgo tinha comprado a viagem através da plataforma online My Trip em dezembro de 2019 que a informou em finais de maio que a sua viagem tinha sido cancelada. Aconselhada pela plataforma a não remarcar o voo - já que corria o risco de perder o reembolso se a nova reserva fosse novamente cancelada - , a portuguesa resolveu marcar uma nova viagem, desta vez pela Luxair.

O voo Luxemburgo-Lisboa de ida e volta, para o período de 2 a 17 julho, ficou por 244 euros para duas pessoas. Será seguro reservar voos no imediato quando a Europa se encontra em fase de desconfinamento e noutros continentes o vírus não parece ainda estar em curva descendente? De acordo com a Luxair, o momento é "agora", diz o porta-voz da empresa. Após o anúncio da retoma de alguns voos, Schroeder diz que "faz sentido que a empresa esteja a aconselhar a compra imediata de bilhetes". Com a ressalva das medidas de segurança adotadas nos aviões e a estreita colaboração com as unidades hoteleiras dos destinos. Já a TAP remete novamente para a "revisão do plano de voos" que é esperada para breve.

Ryanair e EasyJet a voar para Porto e Lisboa ainda em junho

Entretanto, as duas low-cost Ryanair e EasyJet, que voam entre Portugal e o Luxemburgo, anunciaram a retoma de um grande número de ligações em julho mas já é possível comprar bilhetes até mesmo antes. Por exemplo, segundo a página da Ryanair já é possível comprar um voo entre Luxemburgo-Porto a partir de 23 junho. No caso de Lisboa, a reserva só é permitida a partir de 5 de julho. 

Numa pesquisa no site da EasyJet é possível reservar entre Luxemburgo e Porto e Luxemburgo e Lisboa com voos a partir de 16 de junho, sendo que as primeiras ligações já se encontram esgotadas para ambos os destinos. 


Um teste à covid-19 gratuito para todos os que chegam a Findel
No mesmo momento que os primeiros voos da Luxair estão a descolar do aeroporto do Luxemburgo, o Governo anunciou que vai começar um projeto piloto para todos os viajantes que desembarquem de um avião e que desejem ser testados.

Aeroporto do Luxemburgo aberto desde 29 de maio 

O aeroporto do Findel reabriu ao público a 29 de maio, com várias medidas de segurança para os passageiros e staff. Além do respeito pela distância interpessoal e desinfeção frequente das mãos, os passageiros são agora obrigados a preencher uma Declaração Sobre o Estado de Saúde com quatro perguntas durante o processo de embarque: se têm sintomas, se estão em período de quarentena, se estiveram em contacto com um doente diagnosticado com covid-19, e se têm um teste positivo. Caso não cumpram estes quatro requisitos não serão autorizados a viajar. 

Ao mesmo tempo, as próprias companhias aéreas estão a adotar os seus próprios planos de segurança. A Luxair, por exemplo, está a distribuir um desinfetante e um toalhete por cada passageiro. O avião é acedido pela porta principal e os transbordos de autocarro serão restringidos, anunciou a companhia recentemente.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas