Escolha as suas informações

Família da portuguesa encontrada desmembrada confirma identidade ao Contacto
Sociedade 03.10.2022
França

Família da portuguesa encontrada desmembrada confirma identidade ao Contacto

O Ministério Público luxemburguês já tinha adiantado esta segunda-feira ao Contacto que a vítima é portuguesa e vivia no Grão-Ducado.
França

Família da portuguesa encontrada desmembrada confirma identidade ao Contacto

O Ministério Público luxemburguês já tinha adiantado esta segunda-feira ao Contacto que a vítima é portuguesa e vivia no Grão-Ducado.
Foto: Shutterstock
Sociedade 03.10.2022
França

Família da portuguesa encontrada desmembrada confirma identidade ao Contacto

Tiago RODRIGUES
Tiago RODRIGUES
O Contacto falou com a família da vítima depois de o Ministério Público luxemburguês ter confirmado a nacionalidade.

A família da portuguesa que vivia no Luxemburgo e foi encontrada desmembrada em Mont-Saint-Martin, comuna francesa junto à fronteira com o Luxemburgo, no dia 19 de setembro, confirmou em primeiro mão a identidade da mulher ao Contacto.


O corpo desmembrado foi encontrado por um jovem de 16 anos atrás de um edifício abandonado em Mont-Saint-Martin.
Mulher encontrada desmembrada em França é portuguesa e vivia no Luxemburgo
Informação foi confirmada em primeira mão ao Contacto pelo Ministério Público luxemburguês.

O Ministério Público luxemburguês já tinha adiantado esta segunda-feira, também em exclusivo ao Contacto, que a vítima é portuguesa e vivia no Grão-Ducado. E acrescentou: "Neste momento, não podemos adiantar mais nada".

O corpo desmembrado da mulher foi encontrado no dia 19 de setembro por um adolescente de 16 anos que procurava um local para urinar atrás de um edifício abandonado, nas imediações da Câmara, em Mont-Saint-Martin, no departamento Meurthe-et-Moselle. O dono de um bar na cidade chamou a polícia depois de alertado pelo jovem.


A polícia do Luxemburgo recorda que quem gravar ou divulgar estes vídeos pode ser punido com pena de prisão até três anos e multa até 50 mil euros.
Vídeos do corpo de mulher desmembrado circulam nas redes sociais no Luxemburgo
Divulgação pode dar pena de prisão até três anos e multa até 50 mil euros, alerta a polícia luxemburguesa.

Uns dias depois, as autoridades francesas divulgaram imagens das tatuagens encontradas no cadáver que poderiam conduzir à identificação da vítima. Uma das tatuagens mostrava o nome 'Kiko'.

O Contacto também obteve a confirmação por parte da polícia luxemburguesa de que os vídeos gravados no momento em que o corpo foi encontrado e que foram divulgados nas redes sociais em França também circularam no Grão-Ducado.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas