Escolha as suas informações

Falta de médicos. Acordo no serviço de permanência dos hospitais está para breve
Sociedade 10.11.2022
Saúde

Falta de médicos. Acordo no serviço de permanência dos hospitais está para breve

A ministra da Saúde, Paulette Lenert.
Saúde

Falta de médicos. Acordo no serviço de permanência dos hospitais está para breve

A ministra da Saúde, Paulette Lenert.
Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Sociedade 10.11.2022
Saúde

Falta de médicos. Acordo no serviço de permanência dos hospitais está para breve

Susy MARTINS
Susy MARTINS
As indemnizações deverão contribuir para reforçar a atratividade da medicina hospitalar, defende Paulette Lenert . Seis cardiologistas do CHdN apresentaram demissão em setembro.

A questão do pagamento no serviço de permanência nos hospitais está a ser elaborada e deverá estar finalizada em breve. As indemnizações deverão contribuir para reforçar a atratividade da medicina hospitalar, como também reforçar certos serviços que sofrem de falta de profissionais de saúde. 

A garantia foi dada pela ministra da Saúde, Paulette Lenert, numa resposta a uma questão parlamentar do deputado e presidente do CSV, Claude Wiseler.


Médicos de plantão. Ministra garante novo acordo até ao final do ano
À 100,7, Paulette Lenert indicou que quer fazer uma proposta final à associação de médicos relativamente ao pagamento do serviço de permanência nos hospitais.

Já se sabia que havia falta de médicos em certos serviços, mas este tema ganhou novo fôlego quando, no final do mês de setembro, seis dos oito cardiologistas do Centro Hospitalar do Norte (CHdN) informaram a direção do CHdN que rescindiam o contrato, alegando que as condições para assegurar um serviço de qualidade não estavam reunidas.

Cardiologistas demissionários continuam a exercer no privado 

A ministra responsável pela pasta da Saúde salienta, no entanto, que os seis cardiologistas continuam a exercer funções nos seus consultórios privados e que o ChdN está a levar a cabo uma campanha de recrutamento a fim de garantir o bom funcionamento do serviço.


Cardiologistas de Ettelbruck confirmam saída
Deixaram de estar reunidas as condições para assegurar um serviço de qualidade no Centro Hospitalar do Norte, dizem estes especialistas.

Recorde-se que os seis cardiologistas continuam em funções no hospital até 31 de dezembro deste ano e até lá o Governo espera encontrar substitutos. 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas