Escolha as suas informações

Luxemburgo tem acordo de princípio para enviar tropas para Moçambique
Sociedade 14.06.2021
Exército

Luxemburgo tem acordo de princípio para enviar tropas para Moçambique

Exército

Luxemburgo tem acordo de princípio para enviar tropas para Moçambique

Foto: Shutterstock
Sociedade 14.06.2021
Exército

Luxemburgo tem acordo de princípio para enviar tropas para Moçambique

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O Luxemburgo prevê enviar tropas para Moçambique, no quadro de uma missão de treino da União Europeia (UE) às Forças Armadas locais. A confirmação foi feita pelo ministro da Defesa, François Bausch, no Parlamento, depois de interpelado pela deputada Nathalie Oberweis, do déi Lénk.

Segundo François Bausch, a missão europeia ainda não foi aprovada, mas o Luxemburgo e a maioria dos Estados-membros já deram o seu acordo de princípio para enviar tropas para Moçambique.

Depois do ataque armado de rebeldes em Cabo Delgado, em março, a petrolífera Total decidiu suspender o projeto de 20 mil milhões de euros para explorar campos de gás natural nessa zona do norte de Moçambique.

Déi Lénk diz que envio de tropas é inaceitável

O Déi Lénk, que levantou esta questão, disse em comunicado ser contra o envio de militares luxemburgueses para Moçambique "para defender a exploração de combustíveis fósseis e interesses de grandes empresas".

O partido de esquerda qualifica ainda este tipo de intervenção como "inaceitável, perigosa (...) e neocolonial", podendo passar "discretamente" de uma "missão de treino" a uma intervenção de defesa dos interesses económicos da UE em África.

Por essas razões, o dei Lénk pede ao Governo que reconsidere a sua posição e se oponha a uma intervenção das tropas europeias em Moçambique.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas