Escolha as suas informações

Estudo relaciona bebidas açucaradas com risco de cancro
Sociedade 11.07.2019

Estudo relaciona bebidas açucaradas com risco de cancro

Estudo relaciona bebidas açucaradas com risco de cancro

Foto: Pixabay
Sociedade 11.07.2019

Estudo relaciona bebidas açucaradas com risco de cancro

Os investigadores detetaram um aumento de 18% no risco de sofrer de qualquer tipo de cancro nas pessoas que, como média diária, consumiram 200 mililitros de uma bebida açucarada ou um sumo de fruta natural.

Peritos franceses encontraram uma ligação entre o consumo diário de bebidas açucaradas ou sumos naturais de frutas com o aumento do risco de desenvolver cancro, revela hoje a revista British Medical Journal.

A investigação, realizada por uma equipa de investigadores da Agência de Saúde Pública francesa e da equipa de Epidemiologia Nutricional de Bobigny (França), estabeleceu essa ligação após seguir durante cinco anos mais de 100 mil pessoas com uma média etária de 42 anos, das quais 21% homens e 79% mulheres.

Os cientistas alertaram que, de momento, se trata de uma possível relação, pois não existem provas definitivas e ainda há que realizar mais experiências.

Em concreto, detetaram um aumento de 18% no risco de sofrer de qualquer tipo de cancro nas pessoas que, como média diária, consumiram 200 mililitros de uma bebida açucarada – aquelas que contêm mais de 5% de açúcar – ou um sumo de fruta natural.

No caso das mulheres, os investigadores detetaram um aumento de 22% no risco de desenvolver cancro da mama.

Dos cerca de 2.193 cancros detetados durante a experiência, 693 foram da mama, 291 da próstata e 166 do cólon.

Graham Wheeler, da associação britânica Investigação Cancro UK, ressalvou, entretanto, que é necessário “levar a cabo mais investigações”.

Por outro lado, especialistas indicaram que se bem que a obesidade representa uma causa conhecida de 13 tipos de cancro, no estudo viram que o perigo de desenvolver cancro também se verificava em pessoas magras se consumissem este tipo de refrescos.

Entre outras explicações para sustentar a ligação estabelecida entre bebidas açucaradas e o cancro, a equipa investigadora apontou a elevada carga glicémica que continham.

Não detetaram, pelo contrário, qualquer relação entre as bebidas dietéticas com edulcorantes e o maior risco de cancro.

Lusa


Notícias relacionadas