Escolha as suas informações

Empresária Isabel dos Santos constituída arguida em Angola
Sociedade 22.01.2020

Empresária Isabel dos Santos constituída arguida em Angola

Empresária Isabel dos Santos constituída arguida em Angola

Foto: dpa
Sociedade 22.01.2020

Empresária Isabel dos Santos constituída arguida em Angola

A empresária angolana Isabel dos Santos foi constituída arguida por alegada má gestão e desvio de fundos durante a passagem pela petrolífera estatal Sonangol, anunciou hoje a Procuradoria-Geral da República de Angola.

O anúncio foi feito pelo procurador-geral, Heldér Pitta Grós. Em conferência de imprensa, em Lusanda, afirmou que a empresária Isabel dos Santos nunca mostrou, de forma direta, interesse em colaborar com as autoridades angolanas.  

Hélder Pitta Grós afirmou aos jornalistas  que Isabel dos Santos nunca mostrou, de forma direta, interesse em colaborar com as autoridades angolanas. Disse que houve indícios de colaboração com a justiça, "mas não passaram disso".

"Na prática nada aconteceu, por isso não podemos confirmar que ela esteja disposta ou não a negociar, o quê, em que termos, era necessário que fosse mais explicita caso seja a sua vontade", referiu.

Isabel dos Santos, filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, foi visada pelo Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação (ICIJ), que revelou, no domingo, mais de 715 mil ficheiros, sob o nome de 'Luanda Leaks', que detalham esquemas financeiros usados por si e pelo marido, Sindika Dokolo, que terão permitido retirar dinheiro do erário público angolano, utilizando paraísos fiscais.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Isabel dos Santos diz que processo em Angola tem motivação política
Em comunicado divulgado, nesta noite de terça-feira, a empresária angolana afirma “que nunca foi notificada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ou citada pelo Tribunal Provincial de Luanda”, desconhecendo o teor da acusação e que “não teve oportunidade de apresentar defesa”.