Escolha as suas informações

Emigração portuguesa para França bateu recordes mínimos em 2020
Sociedade 05.04.2022 Do nosso arquivo online
Observatório da Emigração

Emigração portuguesa para França bateu recordes mínimos em 2020

Observatório da Emigração

Emigração portuguesa para França bateu recordes mínimos em 2020

Foto: Lusa
Sociedade 05.04.2022 Do nosso arquivo online
Observatório da Emigração

Emigração portuguesa para França bateu recordes mínimos em 2020

Lusa
Lusa
Menos de 6.000 portugueses emigraram para França em 2020, o número mais baixo desde que há registo, segundo uma análise do Observatório da Emigração divulgada esta terça-feira.

Dados do Eurostat citados pelo Observatório da Emigração, um centro de investigação do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa, indicam que 5.998 portugueses entraram em França em 2020, menos 21,5% do que no ano anterior.

A investigadora Inês Vidigal explicou à Lusa que o número de emigrantes portugueses que entraram em França em 2020 é o mais baixo desde que o Observatório da Emigração tem registos, em 2003.

A especialista admite que esta quebra possa estar relacionada com a redução generalizada da emigração em 2020, associada à pandemia de covid-19 e às restrições à mobilidade, mas sublinhou que no caso de França a emigração já vinha a cair há alguns anos.


Nathalie de Oliveira. Esta eleição "dá uma dimensão ao país que ultrapassa a palavra 'emigrantes'"
A lusodescendente de 44 anos, antiga autarca em Metz, foi eleita deputada para a Assembleia da República e considera, em entrevista ao Contacto, que o seu mandato representa também uma segunda e uma terceira geração que votaram e que "se sentem muito portuguesas".

Com efeito, o observatório destaca que este é o quarto ano consecutivo em que o número de emigrantes portugueses para França diminuiu (quedas de 32,8% em 2017, 3,2% em 2018, e 5% em 2019).

Com exceção do ano de 2016, em que se registou um ligeiro aumento, a emigração para França tem vindo a cair desde 2013, depois de em 2012 ter alcançado o recorde de 19.658 entradas.

Inês Vidigal explicou que, nos últimos anos, outros destinos se tornaram mais atrativos para os portugueses, como o Reino Unido (até ao 'Brexit'), a Suíça ou a Alemanha.


Paulo Cafôfo foi cabeça de lista pelo Partido Socialista nas eleições regionais de 2019 na Madeira.
Emigração. Paulo Cafôfo é o novo secretário de Estado das Comunidades
O antigo presidente da Câmara Municipal do Funchal é o escolhido para suceder a Berta Nunes, na pasta tutelada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. O novo Governo de Portugal toma posse esta quarta-feira.

Segundo os dados do Eurostat, não é só a emigração portuguesa que está em queda em França: A emigração para aquele país caiu 26,5% em 2020, para um total de 283.237 entradas de estrangeiros.

O observatório destaca, aliás, que o peso dos portugueses no total de entradas aumentou em 2020, para 2,1%, embora tenha caído face aos 5,6% registados em 2013.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Há mais emigrantes qualificados a chegar ao Grão-Ducado e já não vêm só das tradicionais regiões de partida, o interior norte e centro do país. Em contrapartida, a precariedade aumentou nos últimos anos e há muitos a viver situações difíceis, alertam os autores do estudo Remigr, que traça um retrato da nova vaga de imigração portuguesa no Luxemburgo.
Illustration - Vote des etrangers - Photo : Pierre Matge
Entre dois milhões e 2,3 milhões de portugueses estavam emigrados em 2013, principalmente na Europa, de acordo com dados da ONU e do Banco Mundial, citados no relatório do Observatório da Emigração relativo ao ano passado.
Em 2013, saíram de Portugal cerca de 110 mil portugueses
Relatório do Governo sobre a emigração
Nas vésperas do mês de férias dos emigrantes, o Governo apresentou no parlamento um relatório sobre os portugueses no estrangeiro. O estudo, que excluiu os luso-descendentes, pretende ser um primeiro retrato anual sobre atual emigração portuguesa.