Escolha as suas informações

Embaixador português agradece apelo do Partido Pirata para que Luxemburgo ajude Portugal
Sociedade 04.02.2021 Do nosso arquivo online

Embaixador português agradece apelo do Partido Pirata para que Luxemburgo ajude Portugal

Embaixador português agradece apelo do Partido Pirata para que Luxemburgo ajude Portugal

Foto: António Pires
Sociedade 04.02.2021 Do nosso arquivo online

Embaixador português agradece apelo do Partido Pirata para que Luxemburgo ajude Portugal

Diana ALVES
Diana ALVES
Até agora, o Grão-Ducado continua sem receber qualquer pedido formal mas mostra-se disponível para ajudar.

A Embaixada de Portugal no Luxemburgo agradeceu ao Partido Pirata o apelo lançado ao Governo luxemburguês com vista à transferência de pacientes com covid-19 para o Grão-Ducado. Numa carta endereçada aos dois deputados do partido, Sven Clément e Marc Goergen , o embaixador António Gamito agradece o apelo lançado pelos parlamentares no sentido de o Luxemburgo acolher pacientes portugueses, "tendo em conta as estreitas relações e a entreajuda entre os dois países". 

O apelo dos Piratas tinha sido lançado numa questão parlamentar, tendo o Governo luxemburguês respondido que estaria disposto a dar apoio a Portugal. Na missiva agora divulgada nas redes sociais por Starsky Flor, um dos presidentes do partido, o embaixador adianta agora ter informado o Executivo português. "No mesmo dia, transmiti a vossa questão parlamentar assim como as respostas do senhor ministro dos Negócios Estrangeiros e Europeus e da senhora ministra da Saúde ao meu Governo. Posso assegurar que o Governo português está muito grato pela vossa iniciativa", acrescenta Gamito. 

Na questão parlamentar de há vários dias, Clément e Goergen questionaram os ministros da Saúde, Paulette Lenert, e dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn, sobre se o Governo do Grão-Ducado estaria disposto a receber pacientes portugueses infetados pelo novo coronavírus nos hospitais luxemburgueses.


Transporte de doentes covid graves pode ser feito mesmo com a distância de Portugal ao Luxemburgo
Se vier a ser acionada a oferta de ajuda do Grão-Ducado, a Luxembourg Air Rescue está preparada para responder e explica ao Contacto quais as condições necessárias para transportar este tipo de doentes, entre dois países que distam mais de 2000 km entre si.

Na resposta, datada de 19 de janeiro, o Executivo mostrou-se disponível para ajudar, à semelhança do que foi feito na primavera do ano passado quando os hospitais luxemburgueses receberam pacientes provenientes da Grande Região. Até agora, Portugal não fez qualquer pedido oficial nesse sentido.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas