Escolha as suas informações

Duas mulheres acusadas de esfaquear duas muçulmanas perto da Torre Eiffel
Sociedade 22.10.2020

Duas mulheres acusadas de esfaquear duas muçulmanas perto da Torre Eiffel

Duas mulheres acusadas de esfaquear duas muçulmanas perto da Torre Eiffel

Foto: AFP
Sociedade 22.10.2020

Duas mulheres acusadas de esfaquear duas muçulmanas perto da Torre Eiffel

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Durante o ataque, as duas vítimas disseram que ouviram "árabes sujos" e "esta não é a vossa casa", durante o ataque.

Nem uma semana passou após a morte do professor de história decapitado em frente a uma escola nos subúrbios de Paris, e um novo incidente volta novamente a criar tensões raciais em França. O acontecimento da semana passada pode, aliás, estar na origem do esfaqueamento de duas muçulmanas perto da Torre Eiffel esta quinta-feira. 

Segundo escreve a AFP, duas mulheres esfaquearam outras duas mulheres que usavam hijabs (lenços muçulmanos), tendo arrancado-os à força. Segundo a agência de notícias, as primeiras foram acusadas de agressão, embriaguez e insultos racistas. O incidente deu-se no parque Champ de Mars, perto da Torre Eiffel.


Milhares de franceses saíram às ruas em homenagem ao professor de história decapitado num atentado islâmico no fim de semana passado.
Várias operações policiais contra membros do movimento islamita em França
Várias operações policiais foram lançadas esta segunda-feira de manhã em França contra "dezenas de indivíduos" envolvidos no movimento islamita.

A vítima mais velha sofreu seis facadas e está no hospital com um pulmão perfurado. Duranto o ato violento, Ambas disseram que as agressoras proferiram as palavras "árabes sujos" e "esta não é a vossa casa", durante o ataque anti-muçulmano. 

O advogado das vítimas, Arie Alimi, pediu penas mais altas, nomeadamente de tentativa de homicídio ligado à raça ou religião. Alimi acusou ainda as autoridades francesas, que fecharam uma mesquita na periferia de Paris, de uma "caça às bruxas", uma vez que se radicalizou a imagem do Islão por causa dos recentes ataques terroristas islâmicos na Europa.  


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.