Escolha as suas informações

Breves Sociedade por Susy MARTINS 08.10.2020

Donativos para missões humanitárias diminuíram 25%

Nos últimos meses, os donativos para a ajuda internacional baixaram 25%, o que está a ter um impacto negativo nas missões no terreno. Esta foi uma das preocupações partilhadas pelas cinco organizações que estiveram reunidas recentemente com o ministro da Cooperação e também com o primeiro-ministro, Xavier Bettel. 

Uma das principais causas é a crise sanitária da covid-19 que está ter um impacto nas organizações humanitárias das áreas da Saúde, Educação e da Alimentação e que estão sediadas no Luxemburgo. Algo a que o ministro da Cooperação, Franz Fayot, tem estado atento. No encontro com as organizações, Fayot e Xavier Bettel garantiram uma maior flexibilização dos orçamentos destas instituições. 

A crise sanitária aprofundou as dificuldades destas missões. Além de tentarem reduzir a pobreza e incentivarem o acesso à educação nos países em desenvolvimento, as organizações têm agora também de distribuir produtos de proteção à covid-19. Do mesmo modo, as restrições nas viagens e as medidas de quarentena têm também dificultado o trabalho no terreno. 

Breves Luxemburgo Hoje às 11:24

Luxemburgo. Estes são os radares deste sábado

A polícia divulgou a localização dos radares móveis para todo o dia de sábado, 16. 

Durante a manhã, os radares das autoridade estarão na rota de Luxemburgo para Bettembourg. 

Para a tarde, estão previstos na Rue de Hesperange em Itzig, na CR132 em Munsbach-Niederanven e na rota de Bastogne em Pommerloch. 

As autoridades podem realizar verificações a qualquer hora e em qualquer lugar, sem aviso prévio.

Breves Luxemburgo 15.01.2021

Noertrange. Homem de 83 anos condenado por tentativa de homicídio

O tribunal em Diekirch, decidiu condenar um homem de 83 anos a dez anos de prisão, seis de pena suspensa. 

O caso remonta a 2019. O arguido foi acusado de tentativa de homicídio por ter disparado contra o senhorio da casa onde vivia em Noertrange. Logo em seguida, o idoso apresentou-se às autoridades. 

A vítima foi atingida no ombro esquerdo mas acabou por sobreviver e vai receber uma indemnização durante cinco anos. 

 



Breves Sociedade por Henrique DE BURGO 14.01.2021

UE. Luxemburgo com maior aumento nas horas de trabalho

Segundo os mais recentes dados do Eurostat, o Luxemburgo e os Países Baixos foram os únicos países com taxas positivas na comparação entre o terceiro trimestre do ano passado e igual período de 2019, enquanto o resto dos Estados-membros registou uma queda.

Com -6,3%, Portugal tem a maior queda do bloco comunitário, muito acima dos -2,4% da média da União Europeia. Na comparação em cadeia, ou seja, com o trimestre anterior, o Luxemburgo registou um aumento de 11,4%, abaixo da média europeia, que é de 15,5%.

Os países com maior aumento em cadeia na taxa de horas de trabalho efetivo são Grécia (33,4%), Itália (28,3%), Espanha (27,8%) e Portugal (27,3%).