Escolha as suas informações

Criminalidade. 1.900 delitos na capital em dois meses
Sociedade 03.02.2021 Do nosso arquivo online

Criminalidade. 1.900 delitos na capital em dois meses

Criminalidade. 1.900 delitos na capital em dois meses

Foto: Pierre Matgé / Arquivo LW
Sociedade 03.02.2021 Do nosso arquivo online

Criminalidade. 1.900 delitos na capital em dois meses

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O ministro da Segurança Interna justifica este aumento, com delitos relacionados com o tráfico ou consumo de drogas.

A cidade do Luxemburgo registou cerca de 1.900 delitos no seu território, entre novembro e dezembro de 2020, dos quais 275 prendem-se com o desrespeito do recolher obrigatório, uma das medidas impostas pelo governo para tentar travar a propagação do novo coronavírus.

Numa resposta parlamentar dos deputados do adr, Fernand Kartheiser e Fred Keup, o ministro da Segurança Interna, Henri Kox, explica que em 2020 houve menos atos de delinquência cometidos durante a noite, face aos anos anteriores. Esta será uma das consequências do recolher obrigatório.

Porém, olhando somente para os números de novembro e de dezembro, vê-se que houve mais delitos que nos anos anteriores. Henri Kox dá conta de 1.900 infrações, quando em 2018 eram 200 a menos. O ministro da Segurança Interna justifica este aumento, com delitos relacionados com o tráfico ou consumo de drogas. Um fenómeno que tem vindo a aumentar.

À questão se o uso da máscara dificulta o trabalho dos agentes da polícia para identificar os autores de delitos, o ministro responde que as máscaras não dificultam mais a ação policial do que o uso de cachecóis e gorros durante os meses de inverno.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas