Escolha as suas informações

Jean-Marc Sirichai. Fugitivo mais procurado do Luxemburgo é libertado em Espanha
Sociedade 13.09.2021
Crime

Jean-Marc Sirichai. Fugitivo mais procurado do Luxemburgo é libertado em Espanha

Crime

Jean-Marc Sirichai. Fugitivo mais procurado do Luxemburgo é libertado em Espanha

Sociedade 13.09.2021
Crime

Jean-Marc Sirichai. Fugitivo mais procurado do Luxemburgo é libertado em Espanha

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Em 1999, foi condenado no Grão-Ducado a 20 anos de prisão por ter assassinado a mulher. Fugiu às autoridades em 2004.

Este não era o final desejado pelo Grão-Ducado para este enredo com mais de duas décadas. Jean-Marc Sirichai Kiesch, o fugitivo mais procurado do Luxemburgo, preso desde agosto de 2020 em Espanha foi libertado pelas autoridades deste país. 

Após 16 anos em fuga (tinha fugido às autoridades em 2004), Jean-Marc Sirichai Kiesch foi preso a 10 de agosto de 2020, em Huelva, Espanha. Na altura da captura, as autoridades luxemburguesas pediram às homólogas de Espanha espanholas para que Sirichai, condenado por homicídio em 1999, cumprisse o resto da pena – 3.275 dias – em Espanha. O pedido foi recusado a 10 de setembro deste ano.

Em 1999, o homicida foi condenado no Luxemburgo a 20 anos de prisão por ter assassinado a mulher e tentado queimar o corpo, mas fugiu às autoridades em 2004.      

Na decisão, o tribunal penal central de Madrid comunicou ao Grão-Ducado que o fugitivo seria libertado uma vez que "era menor na altura dos factos cometidos (...), de modo que as autoridades judiciárias espanholas são incapazes de reconhecer e fazer cumprir a decisão do Luxemburgo".

"Não é possível apelar contra esta decisão", fez saber esta segunda-feira o Ministério Público luxemburguês em reação à decisão da justiça espanhola. Jean-Marc Sirichai está, assim, livre para continuar sua vida na Espanha. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O ministério público luxemburguês emitiu um comunicado no qual informa que não resultaram quaisquer detenções no seguimento das buscas efetuadas hoje no Grão-Ducado, realizadas também em mais seis países europeus, por suspeitas de fraudes relacionadas com transferências de jogadores e manipulação de resultados na liga de futebol da Bélgica.
Das buscas efetuadas hoje no Grão-Ducado, não resultaram qualquer detido.