Escolha as suas informações

Covid-19. Variante indiana foi detetada em 44 países
Sociedade 12.05.2021

Covid-19. Variante indiana foi detetada em 44 países

Covid-19. Variante indiana foi detetada em 44 países

Foto: EPA
Sociedade 12.05.2021

Covid-19. Variante indiana foi detetada em 44 países

Redação
Redação
A Organização Mundial de Saúde está a investigar a propensão da variante indiana para causar reinfecções.

A variante indiana do coronavírus mais infecciosa já foi detetada em 44 países, revela a Organização Mundial de Saúde. A estrutura está a investigar a gravidade desta variante e a sua propensão para causar reinfecções. 

A estirpe, identificada em Outubro, deu origem a três variantes - B.1.617.1, B.1.617.2 e B.1.617.3 - no meio de um pico sem precedentes nos casos de Covid-19 que fez do país do sul da Ásia o local da pior crise mundial de coronavírus. 

Embora possam existir diferenças importantes entre os três, as provas disponíveis são demasiado limitadas para as caracterizar individualmente, disse a OMS num relatório divulgado ontem. 

Qualquer impacto na eficácia das vacinas ou terapêuticas permanece incerto, afirmou a OMS. 

Novos casos da Índia podem ter atingido novo pico

Um instrumento desenvolvido por investigadores da Cambridge Judge Business School e do Instituto Nacional de Investigação Económica e Social sugere que o número de novas infecções por coronavírus na Índia atingiu o seu auge. 

"Mas há uma variação substancial entre estados e territórios da união nas suas trajectórias, com casos que continuam a aumentar nas próximas duas semanas em áreas como Assam, Himachal Pradesh, Tamil Nadu e Tripura", revelam os investigadores. 

As projecções estão em linha com as de alguns outros peritos, incluindo os conselheiros do primeiro-ministro Narendra Modi. 

Ainda assim, a nação relatou mais de 300.000 novas infecções durante mais de 20 dias seguidos e os serviços de saúde continuam sobrecarregados. 

Empresas indianas atingidas

Algumas empresas na Índia estão a suspender os negócios ou a disponibilizar  apoio aos seus trabalhadores. 

Feng Tay anunciou que irá suspender as suas fábricas indianas por 10 dias para manter os seus empregados em segurança, seguindo-se a empresas como a Honda Motor Co. e a Suzuki Motor Corp. que anunciaram decisões semelhantes nos últimos dias.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas