Escolha as suas informações

Covid-19. Teletrabalho depende da Internet mas esta pode falhar
Sociedade 2 min. 13.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Teletrabalho depende da Internet mas esta pode falhar

Covid-19. Teletrabalho depende da Internet mas esta pode falhar

Foto: LW
Sociedade 2 min. 13.03.2020 Do nosso arquivo online

Covid-19. Teletrabalho depende da Internet mas esta pode falhar

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
É aconselhável ter mais do que uma forma de comunicação, no caso de partilha de informação importante.

A ameaça do coronavírus e as políticas oficiais de cada país estão a obrigar milhões de pessoas a abandonar os locais de trabalho e a produzir a partir de casa. Este "distanciamento social" está a criar uma adesão sem precedentes à Internet, tanto em canais de comunicação profissional, como de entretenimento. 

É o caso dos serviços de armazenamento de dados em nuvem, serviços de streaming de vídeo a partir de plataformas como Youtube, Netflix ou HBO e também jogos de vídeo em rede. Estes exigem um fluxo de dados significativo para operar.

Segundo o jornal La Vanguardia, a 10 de março, o operador do centro de intercâmbio da Internet, D-CIX, bateu um recorde mundial de transferência de dados, ao transferir 9,1 terabits por segundo. A pandemia de coronavírus está diretamente ligada a este aumento e ainda pode piorar. 

É importante lembrar que a Internet é falível e, segundo o mesmo jornal, há medidas a tomar para garantir que informação importante não se perde caso a Internet falhe, a qualquer momento. 

Um dos aumentos mais significativos na troca de dados aconteceu nos serviços de mensagens. Ao trabalhar de casa, o número de emails e conversas tende a subir. No entanto, convém manter alternativas aos canais normais de conversação como o WhatsApp, por exemplo, que já é conhecido por falhar em situações normais.

No caso dos serviços de armazenamento em nuvem, o melhor é ter a informação duplicada noutro lugar, onde possa acessar sem Internet.

As grandes empresas de tecnologia estão a preparar-se para este aumento de tráfego e já estão a comprar - ou, no caso da Google, a implementar - a grande estrutura de cabos que sustenta a transmissão de dados. 

Estas foram também das primeiras a implementar o teletrabalho. O Facebook , a Google, o Twitter  implementaram políticas de trabalho remoto para os funcionários em todo o mundo. 

O Twitter tornou o trabalho a partir de casa obrigatório depois que um funcionário daquele escritório desenvolveu sintomas consistentes com o coronavírus, embora nenhum diagnóstico oficial tenha sido feito, adiantou a CNN.