Escolha as suas informações

Covid-19. OMS pede comportamento responsável aos jovens
Sociedade 2 min. 30.07.2020

Covid-19. OMS pede comportamento responsável aos jovens

Covid-19. OMS pede comportamento responsável aos jovens

Foto: AFP
Sociedade 2 min. 30.07.2020

Covid-19. OMS pede comportamento responsável aos jovens

Lusa
Lusa
A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu esta quarta-feira um comportamento responsável aos jovens, que podem estar na origem do aumento de novas infeções de covid-19 em vários países europeus.

"Um número cada vez maior de países está a ter surtos localizados e um aumento de casos. O que sabemos é que é uma consequência de uma alteração do comportamento humano", disse o diretor-regional da OMS para a Europa, Hans Kluge, em declarações à rádio britânica BBC4.

Segundo Kluge, "informações de várias autoridades de saúde" dão conta de "uma alta proporção de novas infeções" entre os jovens. O responsável da OMS, e pai de duas raparigas, pediu, por isso, aos jovens para que ajam com responsabilidade. "Têm uma responsabilidade para com eles, com os pais, os avós e, até, com as suas comunidades. Agora sabemos como adotar comportamentos saudáveis", afirmou.

Hans Kluge defendeu que as autoridades de saúde de cada país devem melhorar as estratégias de comunicação para que as mensagens sobre a pandemia da covid-19 tenham eficácia entre os jovens.


Comissária europeia da Saúde aponta “desleixo” das populações no aumento de casos
A responsável europeia relaciona a multiplicação dos novos casos de infeção à "complacência e desleixo" da população que acusa de desrespeitar as recomendações de segurança.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 660 mil mortos e infetou mais de 16,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.725 pessoas das 50.613 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Reino Unido, Itália, França e Espanha continuam a figurar na lista de países com mais mortes e infeções por covid-19. Os Estados Unidos são o país com mais mortos (149.260) e mais casos de infeção confirmados (mais de 4,3 milhões).

Seguem-se Brasil (88.539 mortos, mais de 2,4 milhões de casos), Reino Unido (45.961 mortos, mais de 301 mil casos), México (44.876 mortos, mais de 402 mil casos), Itália (35.129 mortos e mais de 246 mil casos), França (30.209 mortos, mais de 331 mil casos) e Espanha (28.436 mortos, mais de 282 mil casos).

A Índia, que contabiliza 34.193 mortos, é o terceiro país do mundo em número de infetados, depois dos EUA e do Brasil, com mais de 1,5 milhões, seguindo-se a Rússia, com mais de 827 mil casos e 13.642 mortos.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas