Escolha as suas informações

Covid-19. Alemanha reúne com principais destinos turísticos
Sociedade 18.05.2020

Covid-19. Alemanha reúne com principais destinos turísticos

Covid-19. Alemanha reúne com principais destinos turísticos

Foto: AFP
Sociedade 18.05.2020

Covid-19. Alemanha reúne com principais destinos turísticos

Lusa
Lusa
O Governo de Berlim anunciou a decisão de convocar vários parceiros da União Europeia (UE) para um "diálogo" sobre possíveis medidas a adotar para um futuro levantamento das restrições nas viagens entre países do espaço europeu impostas por causa da crise sanitária do novo coronavírus.

Portugal, através do ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, participa hoje numa reunião convocada pela Alemanha para debater um futuro levantamento das restrições nas viagens entre países europeus impostas por causa da pandemia de covid-19.

Sexta-feira, a Alemanha anunciou a decisão de convocar vários parceiros da União Europeia (UE) para um "diálogo" sobre possíveis medidas a adotar para um futuro levantamento das restrições nas viagens entre países do espaço europeu impostas por causa da crise sanitária do novo coronavírus.

A reunião, em formato virtual, conta com a presença de representantes de Espanha, Itália, Croácia, Malta, Grécia e Áustria, descritos como os destinos turísticos europeus preferenciais dos cidadãos alemães.


Operação ir a Portugal nas férias: difícil mas aconselhado
O governo português quer os emigrantes no verão e a Comissão Europeia já desenhou um plano para que os europeus possam ir de férias. Mas ainda falta abrir fronteiras, pôr aviões no ar, e garantir a segurança dos veraneantes.

 O grande objetivo da chanceler alemã, Angela Merkel, é ter, caso a evolução da pandemia o permita, uma normalização total do espaço europeu de livre circulação (Schengen) a partir de 15 de junho.

A intenção foi expressa pela própria líder alemã numa intervenção no parlamento (Bundestag) na passada quarta-feira, no mesmo dia em que o governo federal alemão anunciou uma redução progressiva dos controlos fronteiriços, numa primeira fase, com a Suíça, Luxemburgo, Dinamarca, França e Áustria.

Também na passada quarta-feira, a Comissão Europeia lançou as recomendações para a gradual retoma das viagens na UE e para reabertura das fronteiras internas do espaço comunitário, pensando na retoma de dois dos setores mais afetados pelo impacto da pandemia, Turismo e Transportes, com perdas que ascendem aos milhares de milhões de euros.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas