Escolha as suas informações

Comparticipação da psicoterapia incluída no OE 2021
Sociedade 26.10.2020

Comparticipação da psicoterapia incluída no OE 2021

Comparticipação da psicoterapia incluída no OE 2021

Foto: Pixabay
Sociedade 26.10.2020

Comparticipação da psicoterapia incluída no OE 2021

Diana ALVES
Diana ALVES
O ministro da Segurança Social, Romain Schneider, confirmou no Parlamento, que a comparticipação de determinadas prestações de psicoterapia foi incluída no projeto de Orçamento do Estado para 2021, mas especificamente no que toca ao orçamento plurianual.

Questionado pelos deputados da comissão parlamentar da Segurança Social, Romain Schneider lembrou que "o Conselho de Estado está a analisar o regulamento grão-ducal sobre as relações entre a Caixa Nacional de Saúde e os representantes dos psicoterapeutas". Quando este procedimento estiver finalizado, CNS e psicoterapeutas poderão assinar a convenção, dando assim início à comparticipação de algumas prestações. 

Uma destas prestações deverá dizer respeito às consultas de psicologia. De acordo com a plataforma Prevention Panique, o preço médio das consultas de psicologia no Luxemburgo varia entre 70 e 140 euros. Montantes que não são reembolsados pela CNS. Segundo Romain Schneider, a situação poderá mudar em breve. Até lá, as alternativas continuam a ser as mesmas: recorrer a seguros complementares de saúde, já que alguns cobrem parte dos custos. 

Em relação a crianças e jovens adultos até aos 27 anos, o Gabinete Nacional a Infância (ONE, na sigla em francês) pode arcar com a totalidade ou parte dos custos, em certos casos. Há ainda a possibilidade de recorrer a determinadas estruturas públicas, como associações ou escolas, que propõem consultas gratuitas.  


Quinta do Cavalo Kiron, centro terapeutico em Sintra, Lisboa, de Nathalie Durel.
Nathalie Durel. A psicóloga que criou um centro de apoio à saúde mental com cavalos terapeutas
A Quinta do Cavalo de Kiron é o primeiro espaço terapêutico de Intervenções Assistidas por Equinos em Portugal.

A saúde mental está, cada vez mais, em risco no Grão-Ducado. Agravado pela pandemia e pelos impedimentos que o confinamento veio trazer às consultas presenciais, o cenário está a deteriorar-se com cada vez menos profissionais de saúde na área da psiquiatria.   

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.