Escolha as suas informações

Com que sintomas o meu filho não deve ir para a escola?
Sociedade 22.09.2020 Do nosso arquivo online

Com que sintomas o meu filho não deve ir para a escola?

Com que sintomas o meu filho não deve ir para a escola?

Foto: Guy Wolff/Luxemburger Wort
Sociedade 22.09.2020 Do nosso arquivo online

Com que sintomas o meu filho não deve ir para a escola?

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Embora o Ministério da Educação tenha sublinhado que para já não há muitos casos de covid-19 nas escolas, vários estabelecimentos escolares do país preferem jogar pelo seguro, distribuindo aos pais uma lista de sintomas de alerta.

(Susy Martins, jornalista do Contacto e Rádio Latina)

Com o inverno a chegar e as crianças a ficar mais vulneráveis muitos pais não saberão como agir na presença de determinados sintomas. Será covid? Será uma gripe? Visto que alguns sintomas das duas são idênticos, as escolas preferem jogar pelo seguro e estão a pedir aos pais das crianças que fiquem em casa na presença de determinados alertas. Desta forma, as direções de vários estabelecimentos escolares do país estão a distribuir aos encarregados uma lista de sintomas. 

Numa dessas cartas, a que a Rádio Latina teve acesso, pode ler-se que o objetivo da medida é limitar a propagação do novo coronavírus, daí se esperar a colaboração e compreensão dos pais. Em caso de sintomas como febre, tosse, dificuldades respiratórias, dores torácicas ou ainda perda de olfato ou paladar, as crianças devem ficar em casa. Basta ter um destes sintomas para não ir para a escola. 


Regresso às aulas. O meu filho está com gripe ou tem covid-19?
Esta será uma das grandes dúvidas dos pais, sobretudo dos mais pequenos, nos próximos meses, por causa dos sintomas semelhantes. Duas pediatras especializadas, do Kannerklinik, Luxemburgo, e do Hospital de Santa Maria, Portugal, dão a resposta e os conselhos mais importantes.

Em caso de dores musculares, fadiga, corrimento nasal, dores de garganta, dor de cabeça, perda do apetite ou diarreia, a criança também deve ficar em casa, mas nestes casos tem de ter pelo menos dois sintomas. Por exemplo se a criança tiver dor de garganta e corrimento nasal. Em qualquer dos casos, os pais devem informar o professor e ligar ao pediatra que indicará as medidas a tomar.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Esta será uma das grandes dúvidas dos pais, sobretudo dos mais pequenos, nos próximos meses, por causa dos sintomas semelhantes. Duas pediatras especializadas, do Kannerklinik, Luxemburgo, e do Hospital de Santa Maria, Portugal, dão a resposta e os conselhos mais importantes.