Escolha as suas informações

Com menos 35% de passageiros, Luxair vai adaptar voos
Sociedade 08.10.2020 Do nosso arquivo online

Com menos 35% de passageiros, Luxair vai adaptar voos

Com menos 35% de passageiros, Luxair vai adaptar voos

Foto: Guy Jallay
Sociedade 08.10.2020 Do nosso arquivo online

Com menos 35% de passageiros, Luxair vai adaptar voos

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O maior mercado turístico da Luxair são as viagens para Espanha.

A Luxair regista atualmente menos 35% de passageiros face a outubro de 2019. Segundo o mais recente relatório de atividade divulgado pela companhia aérea, a Luxair deverá enfrentar entre setembro e dezembro deste ano "uma forte quebra".

Após uma tendência "forte e positiva entre julho e agosto", com um desempenho melhor do que o previsto, "a Luxair vê-se agora forçada a adaptar o seu plano de voo e a reduzir a capacidade", lê-se no documento.

Com a redução de reservas de passageiros e as restrições de viagens, a companhia aérea luxemburguesa estima que, se as reservas não melhorarem, a redução da capacidade será na ordem dos 40% a 50% para novembro e dezembro.


Luxair com novos destinos e alguns são à beira-mar
Os novos destinos são no Chipre, Montenegro e Tunísia.

O maior mercado turístico da Luxair são as viagens para Espanha, onde há hotéis a fechar as portas devido à falta de clientes da Alemanha e do Reino Unido. Como consequência, a LuxairTours registou nas últimas quatro semanas mais cancelamentos do que novas reservas para Espanha.

Quanto aos números de transporte de carga, pelo contrário, houve um aumento. De janeiro até setembro de 2020 a LuxairCARGO registou 659 toneladas, ou seja, mais 2% face a igual período de ano passado (647 toneladas).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas