Escolha as suas informações

Cidade do Luxemburgo vence Prémio Cidade Acessível 2022
Sociedade 4 min. 03.12.2021
Comissão Europeia

Cidade do Luxemburgo vence Prémio Cidade Acessível 2022

Comissão Europeia

Cidade do Luxemburgo vence Prémio Cidade Acessível 2022

Foto: Gerry Huberty
Sociedade 4 min. 03.12.2021
Comissão Europeia

Cidade do Luxemburgo vence Prémio Cidade Acessível 2022

Redação
Redação
Júri destacou as soluções inovadoras aplicadas e os melhoramentos efetuados na cidade para se tornar mais acessível às pessoas com deficiência. Comissão atribuiu ainda uma menção especial ao Porto, em Portugal, por ter melhorado a acessibilidade das estações ferroviárias.

Um júri de peritos em matéria de acessibilidade da Comissão Europeia premiou a Cidade do Luxemburgo pela vasta gama de soluções inovadoras aplicadas e pelos melhoramentos efetuados para se tornar mais acessível às pessoas com deficiência. A Cidade priorizou a acessibilidade e adotou o «design universal» para facilitar o acesso a todos, incluindo as pessoas com deficiência.

É destacado como por toda a cidade circulam autocarros de piso rebaixado equipados com rampas e o facto de existirem anúncios visuais e sonoros nos autocarros e nas paragens de autocarro.

De acordo com o comunicado enviado à comunicação social,  "a Cidade consulta regularmente os moradores com deficiência, para se certificar que a sua ação surte os efeitos desejados". 


Sistema de reserva de transporte “Adapto.lu” foi atualizado
O utilizador vai passar a receber a confirmação da reserva em duas etapas, reduzindo eventuais cancelamentos ou atrasos na viagem.

A capital faz ainda chegar a informação sobre as decisões políticas a todos, uma vez que as principais reuniões do conselho são interpretadas em língua gestual, para além da língua falada e da transcrição acessível.

O galardão foi atribuído na tarde de sexta-feira na cerimónia de entrega do Prémio Cidade Acessível pela Comissária Europeia para a Igualdade, Helena Dalli, que afirmou: "Imagine que não pode subir para o autocarro que queria tomar. Ou que o seu filho não pode brincar com outras crianças porque o recreio não é acessível. A acessibilidade transforma completamente a vida quotidiana. É uma questão de autonomia e de igualdade. É por esta razão que, com o Prémio Cidade Acessível, reconhecemos os esforços envidados para tornar as cidades mais acessíveis e inclusivas. Felicito o vencedor deste ano, a Cidade do Luxemburgo, pelo seu empenho em prol da igualdade de oportunidades para as pessoas com deficiência, disse a comissária.

Comissão atribuiu menção especial ao Porto

Para assinalar o Ano Europeu do Transporte Ferroviário, a Comissão atribuiu ainda uma menção especial ao Porto, em Portugal, por ter melhorado a acessibilidade das estações ferroviárias. Ao entregar o prémio, a Comissária responsável pelos Transportes, Adina Vălean, declarou: "Queremos ver mais pessoas a utilizar os caminhos de ferro, pois são um dos meios de transporte mais ecológicos e mais seguros. Todas devem poder andar de comboio com facilidade. O Porto fez melhoramentos notáveis no seu sistema ferroviário e no sistema de metropolitano, para as pessoas com deficiência os poderem utilizar. Por exemplo, dispõe de veículos e estações de metropolitano cada vez mais acessíveis, bem como de avisos sonoros e equipamento adaptado em toda a sua rede. Espero que muitas outras cidades sigam este exemplo", apelou a comissária.

Para a edição de 2022 do prémio Cidade Acessível, a Comissão Europeia recebeu 40 candidaturas. A cidade de Helsínquia, na Finlândia, e a cidade de Barcelona, em Espanha, ficaram no segundo e terceiro lugares.

Por último, Lovaina, na Bélgica, e Palma, em Espanha, receberam uma menção especial. Lovaina foi premiada pela integração da acessibilidade, nomeadamente no domínio digital. Palma ganhou uma menção especial para melhorar o acesso ao ambiente físico, incluindo praias e parques.

Cerca de 87 milhões de pessoas na UE são portadoras de deficiência

 O Prémio Cidade Acessível, organizado pela Comissão juntamente com o Fórum Europeu das Pessoas com Deficiência, é uma das ações previstas no âmbito da Estratégia da UE para a Deficiência 2021-2030, que pretende criar uma Europa sem obstáculos para as pessoas com deficiência.

O Prémio Cidade Acessível foi lançado em 2010 para sensibilizar a opinião pública para o problema das pessoas com deficiência e promover iniciativas destinadas a melhorar a acessibilidade nas cidades europeias com mais de 50 000 habitantes. 

O prémio é atribuído à cidade que tenha melhorado de forma clara as acessibilidades no que respeita aos aspetos fundamentais da vida quotidiana nas cidades e que disponha de planos concretos para introduzir novas melhorias no futuro.

O Prémio Cidade Acessível é atribuído durante a conferência anual no âmbito do Dia Europeu das Pessoas com Deficiência, na qual participam cerca de 400 pessoas provenientes de toda a Europa.

Vencedores dos prémios anteriores: 2021, Jönköping (Suécia); 2020, Varsóvia (Polónia); 2019, Breda (Países Baixos); 2018, Lião (França); 2017, Chester (Reino Unido); 2016, Milão (Itália); 2015, Boras (Suécia); 2014, Gotemburgo (Suécia); 2013, Berlim (Alemanha); 2012, Salzburgo (Áustria); 2011, Avila (Espanha).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas