Escolha as suas informações

Cantor cabo-verdiano: Nelson Freitas actua esta noite na discoteca Byblos, na capital

Cantor cabo-verdiano: Nelson Freitas actua esta noite na discoteca Byblos, na capital

Sociedade 2 min. 17.04.2015

Cantor cabo-verdiano: Nelson Freitas actua esta noite na discoteca Byblos, na capital

O cantor Nelson Freitas vai ter um showcase nesta sexta-feira à noite, 17 de Abril, no Byblos, na cidade do Luxemburgo.

O cantor Nelson Freitas vai ter um showcase nesta sexta-feira à noite, 17 de Abril, no Byblos, na cidade do Luxemburgo.

Este holandês de origem cabo-verdiana (a família é da ilha de São Nicolau) que nasceu em Lisboa em 1975, mas vive hoje em Roterdão, conhece bem os palcos do Luxemburgo. Já aqui actuou em 2011, por duas vezes em 2013, e por último esteve em Julho do ano passado no Seven Club, em Foetz.

Nelson Freitas é cantor, letrista, produtor e proprietário de etiquetas musicais como a GhettoZouk Music e a Nelson Freitas Music. Nelson começou como dançarino de break-dance, mas foi como vocalista do grupo “Quatro” (posteriomente “Quatro plus”) que se tornou famoso. Depois de três álbuns com esta banda, decidiu lançar-se a solo.

O seu primeiro álbum, ”Magic”, saiu em 2006, e é uma sábia mistura de hip-hop, r&b e house, que vendeu mais 70 mil exemplares em todo o mundo e foi disco de platina em Angola. O trabalho incluía dois duetos de peso, “Deeper”, com o rapper Kaysha, e “Boa Sorte” (versão da canção de Vanessa da Mata e Ben Harper) com a luso-angolana Chelsy Shantel (para o projecto “Kizomba Brasil”), que foi um dos grandes êxitos kizomba desse ano. Graças a estes êxitos, o álbum lançou definitivamente a carreira do cantor. Ainda hoje lhe chamam “Magic Nelson” em referência ao seu primeiro trabalho.

Depois, Nelson passou dois anos em digressão e começou a trabalhar no segundo álbum. “My life” saiu em 2010. Graças a sucessos como “Rebound Chick”, “Saia Branca” e “Nha Primere Amor”, e a duetos com William Araújo, Mc Knowledje, Sanches Laisa e Anselmo Ralph, o álbum vendeu 90 mil cópias.

No seu terceiro disco, “Elevate”, lançado em 2013, voltou a colaborar com artistas conceituados de Angola, Cabo Verde, Congo, Holanda e Marrocos. São as músicas desse último álbum, mas também os seus grandes sucessos, que Nelson Freitas traz ao Luxemburgo.

Há tempos, à imprensa portuguesa, Nelson confiava que o público português começou a interessar-se pela sua música “nos últimos anos” e que isso se fica a dever à recente “febre do kizomba”. Mas a sua música não é só kizomba, estende-se ao zouk, ao hip-hop, r&b e house, com canções cantadas em crioulo ou inglês. A receptividade do público não-africano tem sido crescente, o que o deixa agradavelmente supreendido, confiou na altura. E embora o seu novo público o veja como um recém-chegado na música, a verdade é que Nelson Freitas já anda nestas lides da música há quase 20 anos.

Hoje à noite, o showcase começa às 23h, conta com uma sessão de autógrafos, e a animação vai durar até às 6h da manhã.

Os bilhetes simples custam 20 euros e os ingressos VIP, 30 euros, e estão à venda nos seguintes locais: Épicerie Créole (Bonnevoie e Ettelbruck), Rest. Les Étoiles du Cap Vert (Ettelbruck), salão de cabeleireiro Beauté du Monde (Esch/Alzette) e Café Byb (cidade do Luxemburgo).

A discoteca Byblos fica situada no n°58, rue du Fort Neipperg, na cidade do Luxemburgo.


Notícias relacionadas

Concerto no Luxemburgo : Miguel Araújo na Philharmonie
O nome de Miguel Araújo se calhar não lhe diz muito, mas se lhe dissermos que é ele que canta aquela música que diz que “os maridos das outras são...”, com certeza que até já está a trautear a música que chegou aos tops portugueses em 2012. Miguel Araújo é autor e compositor e vai actuar no próximo dia 1 de Outubro na Philharmonie, na cidade do Luxemburgo. Há quem diga que é dos melhores da actualidade.
É a primeira vez que Miguel Araújo vem ao Luxemburgo