Escolha as suas informações

Câmaras de vídeo nas fardas dos polícias vão custar quase 6 milhões de euros
Sociedade 06.12.2022
Segurança Interna

Câmaras de vídeo nas fardas dos polícias vão custar quase 6 milhões de euros

A mini câmara tem de estar bem visível e emitir aviso sonoro sempre que o polícia inicia gravações.
Segurança Interna

Câmaras de vídeo nas fardas dos polícias vão custar quase 6 milhões de euros

A mini câmara tem de estar bem visível e emitir aviso sonoro sempre que o polícia inicia gravações.
Foto: dpa
Sociedade 06.12.2022
Segurança Interna

Câmaras de vídeo nas fardas dos polícias vão custar quase 6 milhões de euros

Diana ALVES
Diana ALVES
A verba abrange os próximos cinco anos e vai estar contemplada nos respetivos orçamentos do Estado.

Cinco milhões e 750 mil euros. É este o valor que o Estado vai injetar no sistema de câmaras de vídeo para as fardas dos agentes da polícia. A verba abrange os próximos cinco anos e vai estar contemplada nos respetivos orçamentos do Estado, de acordo com uma nota divulgada no site do Parlamento após uma discussão sobre o orçamento do Ministério da Segurança Interna, na presença do ministro da tutela, Henri Kox.

Segundo os detalhes divulgados, a implementação do sistema de vigilância individual em 2023 vai dispor de um envelope financeiro de dois milhões de euros. Para os anos seguintes, o investimento será de menos de um milhão por ano. 

Recorde-se que, neste momento, decorrem ainda os trabalhos parlamentares sobre o projeto de lei que vai então obrigar os polícias a usar as chamadas ‘bodycams’.

De acordo com o texto do projeto de lei, o futuro dispositivo tem dois objetivos: lutar contra as agressões verbais e físicas contra os agentes e proteger os cidadãos em caso de má conduta policial.

O projeto de lei, entregue no Parlamento em agosto, ressalva que entre 2018 e 2022, a Inspeção-geral da Polícia abriu 102 inquéritos por alegadas agressões ou mau tratamento dos agentes. Dessa centena, pelo menos 41 foram arquivados. Alguns dos casos ainda estão a ser analisados.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas