Escolha as suas informações

Cabeleireira do Grão-Ducado que ser a melhor do Benelux
Sociedade 2 min. 28.11.2022
Concurso

Cabeleireira do Grão-Ducado que ser a melhor do Benelux

Margot começou a trabalhar aos 19 anos nos salões na cadeia de salões Igorance.
Concurso

Cabeleireira do Grão-Ducado que ser a melhor do Benelux

Margot começou a trabalhar aos 19 anos nos salões na cadeia de salões Igorance.
Foto: Guy Jallay/Luxemburger Wort
Sociedade 2 min. 28.11.2022
Concurso

Cabeleireira do Grão-Ducado que ser a melhor do Benelux

Nathalie RODEN
Nathalie RODEN
Margot Keiff, de 26 anos, vai representar o Grão-Ducado na final da edição Benelux do L'Óreal Style & Colour Trophy 2022.

Margot Keiff trabalha para a cadeia de salões luxemburguesa Igorance desde que iniciou a sua carreira, há sete anos, primeiro em Bereldange e agora em Belval.  Em adolescente, sonhava trabalhar "em alguma coisa com crianças". Mas percebeu a tempo que, na realidade, "apenas" queria ser mãe. Trabalhar com crianças não era para ela.

A francesa enveredou pela profissão que gostava de imitar quando era criança. E ainda bem que assim foi, porque segundo o júri especializado da edição Benelux do L'Oréal Style & Colour Trophy, o talento de Margot está acima da média. Leia a entrevista com a jovem cabeleireira:

Como foi parar ao Style & Colour Trophy? 

Sou bastante tímida e sempre tive problemas de autoconfiança. Por isso, o meu chefe inscreveu-me numa formação de quatro dias e, no final, houve um exame. Os nossos formadores disseram que se alguém mostrasse o nível e talento necessários, dar-lhes-iam um 'golden ticket' para o Style Trophy. Deram-me o bilhete e fui diretamente para a semifinal do concurso. 

Participou num workshop em Marbella com os seus adversários. Acha que pode ganhar? 

Sou muito stressada por natureza, mas após a experiência de Marbella, estou relativamente confiante na minha capacidade de vencer. 

É especialista em alguma coisa? 

Adoro mudanças de cor: luzes, o balayage francês... [técnica onde se aplicam diferentes tonalidades nos cabelos, com um efeito gradiente].

Qual é a tendência atual?

Neste momento, os loiros quentes estão a regressar, entre o caramelo e o cobre. E, em termos de cortes de cabelo, o bob está definitivamente de volta. Mas também há cortes escalados. 

Que penteado é inaceitável? 

O corte liso tipo enguia. Acho uma pena quando alguém tem o cabelo superliso. Prefiro dar-lhe algum movimento. Geralmente fica muito mais glamoroso

O que pensa da coragem dos seus clientes para mudar? 

Estou muito satisfeita com os desejos dos luxemburgueses. Como em todo o lado, há clientes que preferem a simplicidade, mas continuam elegantes e glamorosos. E depois há aqueles que gostam realmente da mudança e isso é ótimo para nós. Aí podemos libertar-nos. E, de vez em quando, também conseguimos que saiam um pouco da sua zona de conforto.

Recentemente, tive uma cliente que normalmente fazia madeixas normais. A certa altura, admirou o meu cabelo rosa pastel e eu sugeri que ela acrescentasse alguns destaques dessa cor para que o seu cabelo tivesse um ar um pouco mais especial. No início estava um pouco cética, mas no final ficou encantada. 

(Este artigo foi originalmente publicado no Luxemburger Wort e adaptado para o Contacto por Maria Monteiro.)

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.