Escolha as suas informações

Boris Johnson infetado com Covid-19
Sociedade 2 min. 27.03.2020 Do nosso arquivo online

Boris Johnson infetado com Covid-19

Boris Johnson infetado com Covid-19

Foto:AFP
Sociedade 2 min. 27.03.2020 Do nosso arquivo online

Boris Johnson infetado com Covid-19

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O primeiro-ministro do Reino Unido já está em isolamento.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou esta sexta-feira que teve um teste positivo para o novo coronavírus, apesar disso garantiu que continuaria a governar e ser o principal responsável da resposta do seu país à pandemia que ameaça submergir os hospitais do Reino Unido.

Antes do dirigente conservador de 55 anos, só outro chefe de Estado europeu tinha acusado análise positiva ao vírus, o príncipe Alberto do Mónaco. Outros líderes mundiais estão colocados em isolamento depois de terem estado em contacto com pessoas infetadas, como é o caso da chanceler alemã Angela Merkel e do primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau.

"Nas últimas 24 horas, desenvolvi sintomas leves e testei positivo para o coronavírus. Agora estou em quarentena, mas continuarei a liderar a resposta do Governo através de vídeo-conferência enquanto lutamos contra este vírus", esclareceu Johnson.

Num vídeo publicado na mesma rede social, Johnson explicou que fez o teste porque "teve tosse e uma febre persistente". O primeiro-ministro, que durante semanas minimizou o perigo do coronavírus, acrescentou: "Todos devem fazer, como eu estou a fazer, trabalhar em casa para evitar a difusão do vírus".

Recorde-se que a companheira do político conservador espera uma criança no verão. O Governo recomenda às mulheres grávidas ficar em casa para se proteger do covid-19.

Não é ainda claro quais serão os ministros do Governo de sua majestade que terão de ficar isolados por causa de terem tido contatos com Boris Johson. Segundo a Reuters, o ministro das Finanças, Rishi Sunak, já fez saber que não considera necessário ficar isolado os próximos 14 dias. 

Por sua vez, a monarca de 94 anos, viu o primeiro-ministro a última vez no dia 11 de março, está de boa saúde, apesar do príncipe Carlos ter acusado recentemente positivo ao novo coronavírus. 

Se Boris Johnson adoecer mais gravemente e ficar impossibilitado de trabalhar será o ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Dominic Raab,  que assumirá interinamente as funçoes de primeiro-ministro. 

Na passada quinta-feira, 26, o número de mortes de pessoas infetadas pela covid-19 no Reino Unido aumentou em mais de 100 num único dia, para 578.

Existem 11.658 casos positivos entre 104.866 pessoas testadas à covid-19, NO Reino Unido, tendo 578 dos infetados morrido.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Reino Unido anunciou hoje 131 mortes associadas à covid-19 nas últimas 24 horas, o maior número de óbitos desde março, apesar de ter diminuído, no mesmo período, o total de novos casos diários, 23.511.