Escolha as suas informações

Bella Hadid denuncia Instagram por retirar publicação em que refere a sua origem Palestiniana
Sociedade 95 08.07.2020

Bella Hadid denuncia Instagram por retirar publicação em que refere a sua origem Palestiniana

Bella Hadid denuncia Instagram por retirar publicação em que refere a sua origem Palestiniana

Sociedade 95 08.07.2020

Bella Hadid denuncia Instagram por retirar publicação em que refere a sua origem Palestiniana

"Não nos é permitido ser palestiniano no Instagram?", questionou a super modelo perante a anulação da sua publicação.

"Eu tenho orgulho em ser palestiniana", escreveu Bella Hadid, a supermodelo palestino-holandesa que denunciou o Instagram por ter retirado uma das suas publicações, no qual partilhava uma foto do passaporte do seu pai, Mohamed Hadid, mostrando o seu local de nascimento como Palestina. 

A modelo de 23 anos utilizou a sua plataforma de comunicação social para partilhar uma fotografia do passaporte americano do seu pai Mohamed Hadid, agora expirado, onde destacava o seu local de nascimento como Palestina.

Não é claro o porquê da plataforma ter retirado a imagem, contudo Hadid partilhou mais tarde uma imagem da mensagem que recebeu do Instagram, citando violações das directrizes da comunidade, incluindo assédio e intimidação. 

Hadid respondeu de volta , marcando-os nas suas "histórias" enquanto questionava porque é que o seu post foi anulado. "Que parte de mim que se orgulha do local de nascimento do meu pai na Palestina é 'bullying, assédio, nudez gráfica, ou sexual'? Não nos é permitido ser palestiniano no Instagram? Isto, para mim, é intimidação", lê-se no seu post. "Não se pode apagar a história silenciando as pessoas". Não funciona assim", acrescentou. 


Não é a primeira vez que Hadid reafirma o seu orgulho pela sua identidade palestiniana, pelo contrário, é conhecida por utilizar as diferentes plataformas ao seu alcance para mostrar a sua solidariedade para com os palestinianos. Em 2017, Hadid estava em Londres a caminho do hotel quando se deparou com um grupo de manifestantes reunidos em Londres para um protesto "Palestina Livre", à qual se juntou para protestar.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.