Escolha as suas informações

Bélgica quer vacinar toda a população antes do verão
Sociedade 28.12.2020 Do nosso arquivo online

Bélgica quer vacinar toda a população antes do verão

Bélgica quer vacinar toda a população antes do verão

Foto: AFP
Sociedade 28.12.2020 Do nosso arquivo online

Bélgica quer vacinar toda a população antes do verão

País pondera avançar com estratégia de dose única que permite vacinar mais pessoas nos primeiros meses do ano.

A Bélgica está a explorar a estratégia de vacinação de dose única, através da qual mais pessoas receberiam as suas primeiras vacinas contra o coronavírus mais rapidamente do que o atualmente planeado. 

A notícia é avançada pelo Brussel Times que refere que a task force de vacinação do país está a estudar um cenário em que seriam dadas a um maior número possível de pessoas as suas primeiras vacinas contra o coronavírus, em vez da estratégia faseada, em que um grupo menor de pessoas receberá a sua segunda dose da vacina algumas semanas mais tarde. 

Essa mudança permitiria "chegar a mais pessoas mais rapidamente e alcançar imunidade de grupo também mais rapidamente", considera o epidemiologista Pierre Van Damme, citado pela publicação.

Segundo o especialistas, a estratégia de dose única, que está também a ser explorada na região canadiana do Quebeque, permitiria que toda a população belga recebesse uma primeira vacinação antes do verão. Isto numa altura em que crescem as críticas contra algumas das opções do plano belga, que de acordo com notícias recentes, implica que as pessoas com mais de 65 anos de idade recebam as suas vacinas só em maio.

A estratégia faseada prende-se com o facto de a maioria das vacinas requerer uma segunda dose, mas o período entre ambas as vacinas poderia ser prolongado até seis meses, refere Pierre Van Damme, explicando que, nesse período, já se garantiu uma ampla vacinação da população.

As primeiras vacinas começam a ser ministradas, esta segunda-feira, na Bélgica, em três lares de idosos do país. 

Tal como acontece nos restantes países europeus que vacinaram os seus primeiros cidadãos contra a covid-19 ainda este mês, estas doses são dadas a um grupo muito limitado, entre pessoas mais vulneráveis e profissionais de saúde da linha da frente, numa fase piloto que antecede o arranque das campanhas de vacinação em massa, previstas para a primeira semana de janeiro.

 



Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas