Escolha as suas informações

Bélgica prolonga férias escolares de Todos os Santos
Sociedade 15.10.2020

Bélgica prolonga férias escolares de Todos os Santos

Bélgica prolonga férias escolares de Todos os Santos

Foto: AFP
Sociedade 15.10.2020

Bélgica prolonga férias escolares de Todos os Santos

Redação
Redação
Às várias medidas restritivas para conter a pandemia dos últimos dias junta-se agora o prolongamento das férias escolares de Todos os Santos.

A Bélgica decidiu prolongar as férias escolares de Todos os Santos. Esta é mais uma medida para conter a propagação do coronavírus que voltou a ressurgir em força na Europa nas últimas semanas. 

Desta forma, as interrupções escolares previstas para 2 a 6 de novembro serão prolongadas até 11 de novembro (inclusive), e terão a duração de nove dias, informou esta quinta-feira o Ministério da Educação belga. Relembre-se que dia 11 de novembro é o feriado do Dia do Armistício em vários países, incluindo Bélgica. Segundo o jornal belga Le Soir a proposta foi feita recentemente pelo Secretariado-Geral para a Educação Católica, pedido que foi aprovado pelo Executivo, sindicatos e associações de pais. 

Além de determinar o encerramento dos bares e cafés de toda a região de Bruxelas por um prazo de um mês, o país decidiu alargar a todo o território a proibição de encontros com mais de três pessoas, quando a distância de segurança não possa ser salvaguardada. Na região é também proibido comer em bares de rua.  Caso não consiga conter a propagação da covid-19, as autoridades admitem decretar um período de isolamento obrigatório. 


"Marcha atrás". Tudo sobre o regresso das restrições aos países vizinhos
Alemanha, Bélgica e França, os países vizinhos do Luxemburgo estão a fazer "marcha atrás" na pandemia. Saiba as medidas em vigor em cada um deles.

Apesar de ter voltado a permitir assistência nos estádios do país, o governo central decidiu fazer marcha atrás na medida que marcou o desconfinamento, no arranque de setembro. Os adeptos podem continuar a dirigir-se aos estádios, mas apenas em "pequeno número". 

Na semana passada, o país registou um aumento de 79% dos casos de infeção. Além de Bruxelas, também a região do Luxemburgo e Brabante-Valónia  decretaram toque de recolher por 15 dias, a partir de 14 de outubro, da 1h às 6h. Todas as deslocações não essenciais ficam proibidas nesse horário. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas