Escolha as suas informações

Apresentada na sexta-feira: Nova câmara de comércio reforça relações Luxemburgo Cabo Verde
Sociedade 2 min. 18.07.2015

Apresentada na sexta-feira: Nova câmara de comércio reforça relações Luxemburgo Cabo Verde

Salvador Lopes é o presidente da CCLCV

Apresentada na sexta-feira: Nova câmara de comércio reforça relações Luxemburgo Cabo Verde

Salvador Lopes é o presidente da CCLCV
Foto: Henrique de Burgo
Sociedade 2 min. 18.07.2015

Apresentada na sexta-feira: Nova câmara de comércio reforça relações Luxemburgo Cabo Verde

A Câmara de Comércio Luxemburgo Cabo Verde (CCLCV) foi apresentada esta sexta-feira. Presidida pelo administrador e informático Salvador Lopes, a CCLCV visa reforçar as relações comerciais, industriais, culturais e turísticas entre os dois países. Saiba mais aqui.

A Câmara de Comércio Luxemburgo Cabo Verde (CCLCV) foi apresentada na sexta-feira. Presidida pelo administrador e informático Salvador Lopes, a CCLCV visa reforçar as relações comerciais, industriais, culturais e turísticas entre os dois países.

“Vamos trabalhar na relação comercial entre Luxemburgo e Cabo Verde e isso passa também por apoiar os cabo-verdianos que queiram criar uma empresa no Luxemburgo. Defendemos uma integração social, mas também económica, uma área em que podemos também contribuir para o desenvolvimento do Luxemburgo, criando emprego, como tantos portugueses o fizeram aqui”, disse ao CONTACTO Salvador Lopes, durante a apresentação da associação.

O escopo da nova associação ultrapassa mesmo as relações económicas, já que a CCLCV quer trabalhar também nas áreas da cultura, formação e associativismo. Um dos objectivos é facilitar o contacto das associações com serviços e autoridades administrativas competentes.

“Além da cultura e formação, queremos também apoiar as associações cabo-verdianas nas questões administrativas e a elaborar projectos concretos. Podemos fazer outro tipo de projectos que não apenas enviar contentores cheios, que ficam muita das vezes retidos nos portos de Cabo Verde. O país ainda depende muito das ajudas externas, mas com projectos de investimento a longo tempo, o país poderá ter outro desenvolvimento”, propõe.

Para já, o primeiro e único projecto que está a ser levado a cabo é o “banco do tempo”, um projecto de “integração e troca cultural e social, em que as pessoas podem dar tempo, receber tempo, vender tempo, comprar tempo e trocar tempo”, dirigido pelo director de projectos Francelino Domingos.

Membros do conselho de administração da CCLCV acompanhados pela encarregada de Negócios da Embaixada de Cabo Verde, Clara Delgado, e pelo presidente do CLAE, Furio Berardi
Membros do conselho de administração da CCLCV acompanhados pela encarregada de Negócios da Embaixada de Cabo Verde, Clara Delgado, e pelo presidente do CLAE, Furio Berardi
Foto: HB

O concelho de administração da CCLCV é composto pelo presidente Salvador Lopes, e pelos vice-presidentes Maria Gomes (designer cabo-verdiana), Paul Schoenberg (presidente da American Chamber of Commerce in Luxembourg) e Francisco de Soure (economista português).

A luso-angolana Ana Paula Barreiro é a secretária e o luso-luxemburguês Filipe Coimbra é o tesoureiro.

Armand Drews, vereador da autarquia da cidade do Luxemburgo e presidente do Cercle de coopération, que dá apoio às ONGs no Luxemburgo, é membro honorário da CCLCV.

O nome da encarregada de Negócios da Embaixada de Cabo Verde no Luxemburgo, Clara Delgado, que esteve também na apresentação da associação, foi também proposto para membro honorário.

A CCLCV foi fundada em Junho de 2014, mas começou a trabalhar em 2015. Actualmente conta com 20 membros activos, de várias nacionalidades, formados em Economia, Administração, Educação.

Os interessados podem obter mais informações pelo tel. 621 773 265 ou no site www.cclcv.lu.

Henrique de Burgo



Notícias relacionadas