Escolha as suas informações

América Latina. Argentina regista recorde diário de 470 mortos e 12.027 casos
Sociedade 23.09.2020 Do nosso arquivo online

América Latina. Argentina regista recorde diário de 470 mortos e 12.027 casos

América Latina. Argentina regista recorde diário de 470 mortos e 12.027 casos

Fabio Teixeira/ZUMA Wire/dpa
Sociedade 23.09.2020 Do nosso arquivo online

América Latina. Argentina regista recorde diário de 470 mortos e 12.027 casos

Lusa
Lusa
A Argentina registou 12.027 infetados e 470 mortos por covid-19 nas últimas 24 horas, um novo recorde diário, elevando o total de óbitos para 13.952 e o de casos para 622.934.

No balanço de terça-feira do Ministério da Saúde argentino indica-se que a Área Metropolitana de Buenos Aires continua a ser o principal foco de coronavírus, ms que os casos estão a dessiminar-se pelo resto do país.

A província de Buenos Aires continua a ser aquela com mais casos confirmados (377.324), seguindo-se a capital do país, com 118.879 contágios.

Até o momento, na Argentina, onde estão em vigor medidas de isolamento desde 20 de março, já foram realizados 1,7 milhão de exames para detetar o coronavírus.

O Governo argentino estendeu até 11 de outubro as medidas de isolamento obrigatório, verificando-se um alívio das restrições em alguns dos distritos.

Brasil 

O Brasil ultrapassou hoje os 138 mil mortos devido à covid-19 (138.108), após ter somado mais 836 óbitos nas últimas 24 horas, informou hoje o Ministério da Saúde. 

As autoridades de Saúde brasileiras investigam ainda a eventual ligação de 2.423 mortes com o novo coronavírus.

Em relação ao número de infetados, o país sul-americano totaliza 4.591.604 casos de infeção, sendo que 33.536 foram contabilizados nas últimas 24 horas.

De acordo com o boletim epidemiológico, divulgado hoje pela tutela da Saúde, 3.945.627 pacientes diagnosticados já recuperaram da doença, e 507.869 infetados estão sob acompanhamento médico.

A taxa de incidência da covid-19 no Brasil é agora de 65,7 mortes e de 2.184,9 casos por cada 100 mil habitantes, quando a taxa de letalidade está fixada em 3%.

No Brasil, país lusófono mais afetado pela pandemia, São Paulo (945.422), Bahia (297.805), Minas Gerais (273.233) e Rio de Janeiro (253.756) são os estados com maior número de casos confirmados.

Já as unidades federativas com maior número de óbitos são São Paulo (34.266), Rio de Janeiro (17.798), Ceará (8.850) e Pernambuco (8.055).

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 965.760 mortos e mais de 31,3 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas